InicioAngolaRegiõesViveiro de bons Polícias

Viveiro de bons Polícias

Osvaldo Tchiamba, de apenas oito anos, quer ter a mesma profissão do seu falecido pai: Polícia de Intervenção Rápida. Está no Centro Polivalente do Nzoji, em Luanda, escola da Polícia Nacional.

Criada em 2004, a instituição de ensino tem como objectivo responder à exigência do Plano de Modernização e Desenvolvimento da Polícia Nacional, que é o melhoramento ou continuidade da formação académica e técnica dos órfãos e filhos de efectivos da corporação.

“O meu sonho é ser polícia para proteger as pessoas, como fazia meu querido pai. Por isso, presto muita atenção nos estudos e respeito as orientações que são dadas pelos educadores”, disse Osvaldo Tchiamba.

O Centro Polivalente Nzoji tem dado bons frutos à Polícia Nacional nos últimos anos, donde são oriundos muitos trabalhadores do Instituto de Ciências Policiais.

O centro existe há oito anos. O seu director, subcomissário Orlando Alves, revelou que na sua curta existência, já formou mais de 600 alunos e muitos deles são hoje efectivos da Polícia Nacional.

“Dos mais de 600 jovens formados no centro, mais de 300 são hoje efectivos dos mais diversos órgãos da Polícia Nacional. Temos também 11alunos formados em Ciências Agrárias pelo Instituto do Tchivinguiro”, explicou.

Ao transitarem para a nona classe, as crianças são encaminhadas para o Instituto Médio de Ciências Policiais ou para um dos cursos pré-universitários, na Escola de Polícia da Ordem Pública. Depois quem quiser ser polícia, tem a possibilidade de ingressar nos quadros da corporação. Mas quem quiser seguir outro ramo que ache mais importante para a sua vida, pode fazê-lo.

Fonte: JA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.