InicioAngolaSociedadePolicial perseguiu 'a si próprio' depois de ser confundido na câmera de...

Policial perseguiu ‘a si próprio’ depois de ser confundido na câmera de segurança

Um policia acabou perseguindo “a si próprio” por cerca de 20 minutos em uma cidade britânica, depois de ter sido confundido por outro policial que monitorava as ruas da cidade por câmeras de segurança.

A história foi revelada pela revista Police, da federação britânica de policias, e especializada no setor de segurança. O nome do policia e a cidade não foram revelados pela revista, que baseou sa ua história em um depoimento anônimo de um outro oficial de polícia.

O policia estava a circular a pé e a paisana em uma área de uma cidade britânica com alto índice de assaltos de casas quando recebeu pelo rádio a informação de que uma pessoa suspeita estava circular nas redondezas e fora flagrada pelas câmeras.

Ele chegou a receber pelo rádio a informação de que estava “muito perto do suspeito”. Depois de cerca de 20 minutos, no entanto, um sargento que estava observar tudo pelas câmeras na central percebeu que o “suspeito” era o próprio policia.

“Com dores de tanto rir, o sargento disse ao policia que o operador [na central] estava o observando na TV sem perceber que o ‘suspeito’ era o próprio policia a paisana – ou seja, o policia estava  perseguindo a si mesmo pelas ruas”, afirma o relato publicado pela revista.

A polícia de Sussex não confirmou a veracidade da história, já que a revista não publicou mais detalhes sobre a data e o local do episódio.

No entanto, um porta-voz da polícia disse ao jornal britânico Daily Telegraph que, em meio a tantas preocupações sérias da polícia, é comum haver momentos de descontração com tudo sendo levado no bom-humor.

Fonte: BBC

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.