- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Cultura Desde quando mostrar o dedo médio é um insulto?

Desde quando mostrar o dedo médio é um insulto?

A rede de televisão americana NBC pediu desculpas depois que a cantora M.I.A. mostrou o dedo médio durante um show no intervalo do Super Bowl, a final do campeonato de futebol americano. Mas o que significa esse gesto e por que ele é tão polêmico?

Um dos episódios mais conhecidos é o de um intelectual que, ao tentar expressar seu desprezo por um político falastrão, recorreu ao famoso gesto. Ao exibir seu dedo médio, ele ainda acrescentou: “Este é o grande demagogo”.

O fato não aconteceu em um programa de televisão ou em algum debate em Nova York ou Londres, mas sim no século 4 a.C., em Atenas, quando o filósofo Diógenes deixou claro o que pensava sobre o orador Demóstenes.

O dedo médio exibido enquanto os demais são segurados pelo polegar foi documentado por um historiador grego como um gesto de insulto e menosprezo já há dois milênios.

Gesto fálico

Filósofos da Antiguidade grega, poetas do latim, soldados, atletas, estrelas pop, crianças, policias e executivos de televisão – todos conhecem muito bem a força desse insulto.

“É um dos gestos de insulto mais conhecidos”, diz o antropólogo Desmond Morris.

“O dedo médio é o pênis, e os dedos recolhidos ao lado são os testículos. Ao se fazer o movimento, você está oferecendo um gesto fálico a alguém. É como dizer: ‘este é o falo’ que você está oferecendo aos outros, que é uma exibição bastante primitiva.”

Durante a transmissão do Super Bowl no domingo, o programa de televisão mais visto dos Estados Unidos, a cantora britânica M.I.A. mostrou o dedo médio enquanto cantava a música “Give Me All Your Luvin’” com Madonna.

A rede de televisão NBC e a liga de futebol americano (NFL) pediram desculpas pelo ato.

“O gesto obsceno no show foi completamente fora de propósito”, disse o porta-voz da NFL, Brian McCarthy.

Os romanos já tinham até uma expressão para descrever o ato: digitus impudicus, que dignifica o dedo indecente.

Na obra “Epigrammata”, do poeta latino Marcial, no século 1º d.C., um dos personagens que é conhecido por sempre ter tido boa saúde mostra o dedo médio – “o dedo indecente” – aos seus três médicos.

Macaco-de-cheiro. | Foto: APMostrar o dedo médio evoca insultos observados entre animais

O historiador romano Tácito escreveu que tribos germânicas mostravam o dedo médio para soldados romanos, segundo o professor Thomas Conley, da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos. O professor é autor de um livro sobre a retórica dos insultos.

Em 491 d.C., o dramaturgo Aristófanes faz uma brincadeira em sua peça “As Nuvens”. Um dos personagens mostra primeiro o dedo médio e depois aponta para os seus genitais.

Mas há sinais de que isso pode acontecer até na natureza. Na América do Sul, os macacos-de-cheiro machos são conhecidos por mostrarem seus pênis ereto como forma de insulto, diz Desmond Morris.

O gesto do dedo médio provavelmente chegou aos Estados Unidos graças a imigrantes italianos. Uma foto de 1886 mostra um jogador de beisebol do Boston Beaneaters fazendo o insulto em um retrato com o time rival, o New York Giants.

Folclore

Os franceses têm a sua própria saudação fálica, de acordo com o antropólogo.

O brás d’honneur (ou “braço da honra”) é conhecido no Brasil como banana. O gesto consiste em apoiar a mão na dobra do outro braço, mantendo erguido – e de punho fechado – o antebraço que ficou livre.

O gesto típico dos britânicos é o dedo indicador e médio exibidos em formato de “V”, com a palma da mão voltada para o próprio corpo.

Apesar de historiadores e acadêmicos ainda debaterem até hoje a origem do gesto, o mito popular é que ele foi feito pela primeira vez na batalha de Agincourt, de 1415. Hoje, no entanto, essa versão é vista como mera especulação sem fundamento.

De acordo com o folclore, soldados ingleses mostravam os dois dedos aos combatentes franceses. Os soldados da França ameaçavam cortar os dedos dos arqueiros capturados, para evitar que eles conseguissem atirar flechas. O gesto britânico seria, portanto, uma provocação.

O significado ofensivo do dedo médio parece ter ultrapassado barreiras culturais, linguísticas e nacionais, e hoje em dia é visto em tudo que é lugar – de estádios de futebol a shows de rock em todo o mundo.

Batalha de Agincourt. | Foto: GettyVersão pouco popular diz que gesto equivalente britânico teve início na batalha de Agincourt

Em dezembro, o atacante da equipe britânica Liverpool foi fotografado mostrando o dedo médio a torcedores do Fulham. A federação inglesa de futebol (FA) puniu o jogador.

Protesto e raiva

Em 2004, um parlamentar canadense de Calgary foi acusado de mostrar seu dedo médio para outro integrante de um partido rival, que o estaria incomodando na Casa dos Comuns.

“Eu expressei meu dissabor a ele, vamos colocar desta forma”, disse o parlamentar Deepak Obhrai a um jornal canadense.

Dois anos antes, a estrela pop Britney Spears mostrou o dedo médio a fotógrafos que a perseguiam. Alguns fãs da cantora acharam que o gesto era para eles, e Britney acabou pedindo desculpas.

Para o professor de direito Ira Robbins, da Universidade Americana de Washington D.C., hoje em dia o gesto não é nem mais considerado obsceno e já não representa o falo.

“Esse gesto está tão enraizado na vida cotidiana deste país e de outros. Ele significa tantas coisas, como protesto, raiva ou excitação, que já não se trata mais apenas do falo”, diz Robbins.

Fonte: BBC

- Publicidade -
- Publicidade -

Angola garante que vai pagar dívida comercial mesmo com juros elevados

O secretário de Estado das Finanças de Angola garantiu hoje que o país vai honrar os compromissos financeiros com os credores comerciais apesar da...
- Publicidade -

Tadej Pogacar entrou na história da Volta a França em bicicleta

A Volta a França em bicicleta acabou no passado domingo 20 de Setembro com o triunfo de uma Nação, a Eslovénia, que conseguiu pôr...

Suíça: Educadora portuguesa acusada de maus tratos a crianças em creche

Uma portuguesa de 41 anos foi acusada de maus tratos na creche onde trabalhava na região de Lugano, na Suíça Italiana, anunciou o Ministério...

Trump diz na Assembleia Geral que a ONU deve ‘responsabilizar a China’ pela COVID-19

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse à Assembleia Geral da ONU nesta terça-feira (22) que a China deve ser responsabilizada pelo mundo por...

Notícias relacionadas

Angola garante que vai pagar dívida comercial mesmo com juros elevados

O secretário de Estado das Finanças de Angola garantiu hoje que o país vai honrar os compromissos financeiros com os credores comerciais apesar da...

Tadej Pogacar entrou na história da Volta a França em bicicleta

A Volta a França em bicicleta acabou no passado domingo 20 de Setembro com o triunfo de uma Nação, a Eslovénia, que conseguiu pôr...

Suíça: Educadora portuguesa acusada de maus tratos a crianças em creche

Uma portuguesa de 41 anos foi acusada de maus tratos na creche onde trabalhava na região de Lugano, na Suíça Italiana, anunciou o Ministério...

Trump diz na Assembleia Geral que a ONU deve ‘responsabilizar a China’ pela COVID-19

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse à Assembleia Geral da ONU nesta terça-feira (22) que a China deve ser responsabilizada pelo mundo por...

Morreram 90 das 270 baleias encalhadas na Tasmânia

Morreram pelo menos 90 das 270 baleias que ficaram encalhadas numa área remota da Tasmânia, no sul da Austrália, e os especialistas receiam que...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.