InicioAngolaPolíticaMarcos Barrica quer maior envolvimento dos estados membros da CPLP

Marcos Barrica quer maior envolvimento dos estados membros da CPLP

O embaixador de Angola em Portugal, Marcos Barrica, defendeu sábado, em Lisboa, um maior envolvimento dos estados membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), para a implementação das resoluções adoptadas em diferentes reuniões.

O diplomata expressou este ponto de vista, em declarações à imprensa, no quadro da inauguração da nova sede da comunidade que acontece segunda-feira.

Nesta perspectiva, disse, espera que com a entrada em funcionando da nova sede, a CPLP possa cumprir os objectivos que presidiram a sua criação, fundamentalmente na continuação da promoção da língua portuguesa em escala planetária.

Por outro, referiu, a organização deverá ser uma verdadeira plataforma de concertação, não só de políticas, mas também de ideais, no sentido do desenvolvimento social e económico, tendo em conta o Slogan “Unidade na diversidade”.

Relativamente ao trabalho desenvolvido por Angola, enquanto presidente da CPLP, Marcos Barrica afirmou que apesar de o país ter a grande oportunidade de inaugurar uma nova sede para a organização no seu mandato, é um dos pilares fundamentais, uma vez que tem emprestado a sua experiência, principalmente na resolução de conflitos, como acontece agora na Guiné Bissau, que vive um período conturbado.

Noutra parte das suas declarações, Marcos Barrica falou do 51º aniversário do início da luta armada, assinalado a 4 de Fevereiro, considerando a data determinante para a liberdade e a dignificação do homem.

Do seu ponto de vista, a luta de hoje segue sempre a mesma dimensão que é a dignificação do homem, o seu desenvolvimento com vista a torná-lo capaz de corresponder aos desafios actuais.

Assim sendo, frisou, os actores do 4 de Fevereiro e as gerações seguintes têm a obrigação de continuar a honrar os ideais e manter viva a chama.

Fonte: Angop

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.