InicioDesportoChefe do Executivo pede contas a Muandumba

Chefe do Executivo pede contas a Muandumba

O presidente da República, José Eduardo dos Santos, vai pedir explicações detalhadas ao ministro da Juventude e Desporto, Gonçalves Muandumba, sobre a impossibilidade de a selecção não avançar na fase seguinte do CAN.

O executivo Angolano disponibilizou verba considerável para a selecção ter êxitos durante o campeonato africano, a decorrer no Gabão e na Guiné Equatorial.
“Não foi por acaso que o camarada Presidente foi pessoalmente despedir os jogadores. Isto tem significado importante. Que explicação tem o senhor ministro a respeito dessa derrota?”, Interrogou-se uma fonte da Cidade Alta.

O Jornal “Factual”, apurou que o ministro da Juventude e Desportos terá de explicar como foram gastos os milhões de dólares disponibilizados, para que a selecção tivesse boa participação.
“Muandumba é um dos governantes que gosta de andar em avoes de lixo. Boa parte dessa massa é gasta nestas brincadeiras”, adiantou a fonte.

Face a essa brincadeira, o Presidente da República nomeou Job Capapinha ao cargo de vice-ministro dos Desportos. A este, caberá toda a responsabilidade de fazer um estudo minucioso sobre o estado do futebol angolano.

Fontes indicam que o titular das pastas da Juventude e Desportos poderá ser substituído pelo antigo embaixador de Angola em Portugal, Rui Mingas, que foi responsável desta aérea.

Fonte: Factual

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. Penso existit aqui muita ignorancia pois que, os muitos milhoes de dolarse disponibilizados a selecao nao sao capazes de moldar os nossos jogadores de mediocres para excelentes. Dai os resultados correctos. Angola nao tem condicoes para ir mais alem no futebol ao nivel da selecoes africanas. Os dolares nao comprarm tudo infelizmente, digi, felizmente.

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.