- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo A polícia egípcia recorreu a gás lacrimogéneo para dispersar os manifestantes

A polícia egípcia recorreu a gás lacrimogéneo para dispersar os manifestantes

A polícia egípcia recorreu a gás lacrimogéneo para dispersar os manifestantes concentrados em frente ao Ministério do Interior, no Cairo, em protesto contra a inoperância do Governo para travar violência e motins como o que ocorreu durante a realização de um jogo de futebol no estádio de Port Said, na quarta-feira.

Os manifestantes, que estão concentrados já há quatro dias, exigiam uma rápida transição do poder das mãos dos militares para um Governo eleito e a antecipação das eleições presidenciais, que o calendário do conselho militar aponta para Junho.

Munidos com bandeiras do clube Al Ahli, a equipa do Cairo que jogou em Port Said, os manifestantes começaram a atirar pedras para furar a barreira policial que os empurrava para longe do edifício ministerial.

As autoridades erigiram novas barreiras de cimento para travar a circulação nas ruas que dão acesso ao Ministério, e erigiram uma vedação metálica em volta do edifício.

Fonte: VOA

- Publicidade -
- Publicidade -

Alberto Neto: Adiamento das autárquicas em Angola é “estratégia” do MPLA

Segundo Alberto Neto, líder do Partido Democrático Angolano, ilegalizado em 2013, o MPLA sabe que não ganharia a 100% em todos os municípios. Por...
- Publicidade -

Médico recomenda retoma responsável aos treinos

A retoma aos treinos desportivos federados, a partir deste sábado, conforme decreto presidencial, deve ser feita de forma responsável, sob o risco de desvalorização...

Ministério dos Transportes substitui Viação e Trânsito na emissão de cartas de condução

O Ministério dos Transportes (Mintrans) é o novo órgão responsável pela emissão de cartas de condução no país, acção que vinha sendo feita pela...

País espera poupar USD 6 mil milhões em negociação da dívida

Angola espera poupar seis mil milhões de dólares, até Junho de 2023, em negociações da dívida pública com credores dentro e fora do G20,...

Notícias relacionadas

Alberto Neto: Adiamento das autárquicas em Angola é “estratégia” do MPLA

Segundo Alberto Neto, líder do Partido Democrático Angolano, ilegalizado em 2013, o MPLA sabe que não ganharia a 100% em todos os municípios. Por...

Médico recomenda retoma responsável aos treinos

A retoma aos treinos desportivos federados, a partir deste sábado, conforme decreto presidencial, deve ser feita de forma responsável, sob o risco de desvalorização...

Ministério dos Transportes substitui Viação e Trânsito na emissão de cartas de condução

O Ministério dos Transportes (Mintrans) é o novo órgão responsável pela emissão de cartas de condução no país, acção que vinha sendo feita pela...

País espera poupar USD 6 mil milhões em negociação da dívida

Angola espera poupar seis mil milhões de dólares, até Junho de 2023, em negociações da dívida pública com credores dentro e fora do G20,...

Caso 900 milhões: Irene Neto, filha de Agostinho Neto, com contas congeladas e bens apreendidos em Angola

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou hoje ao Novo Jornal que as contas de Irene Neto, filha do primeiro Presidente de Angola, Agostinho Neto,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.