- Publicidade-
InicioMundoHavana nega permissão de viagem a dissidente cubana ao Brasil

Havana nega permissão de viagem a dissidente cubana ao Brasil

A dissidente cubana Yoani Sánchez teve sua viagem ao Brasil recusada por Havana, apesar do visto concedido por Brasília. A dissidente, que deveria participar do lançamento de um documentário, diz que essa é a 19ª vez que o regime castrista impede sua saída do país.

Yoani Sánchez declarou não estar surpresa com a decisão de Cuba. “Essa é a 19ª vez que eles violam o meu direito de entrar ou sair de meu país. Sinto-me como uma refém detida por alguém que não quer escutar nada e que não dá nenhuma explicação”, desabafou a jovem em sua página do Twitter.

A dissidente deveria ir ao Brasil para participar da apresentação do documentário “Conexão Cuba-Honduras”, do brasileiro Dado Galvão. Brasília já havia concedido na semana passada o visto de entrada no país, mas a decisão final dependia de uma autorização de Havana.

“Se todos esses esforços serviram para chamar a atenção para o absurdo dessa lei de imigração à qual nós cubanos estamos presos, então valeu a pena”, comentou a dissidente. Durante sua viagem à Cuba essa semana, a presidente brasileira Dilma Rousseff confirmou que o visto havia sido concedido, mas preferiu não fazer comentários sobre os Direitos Humanos na ilha comunista, nem sobre a situação de Yoani.

Fonte: BBC

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.