- Publicidade-
InicioDesportoMinistro diz ser responsabilidade da FAF analisar razões do fracasso

Ministro diz ser responsabilidade da FAF analisar razões do fracasso

O ministro da Juventude e Desportos, Gonçalves Muandumba, disse hoje, em Ndalatando, capital do Kwanza Norte, ser da inteira responsabilidade da Federação Angolana de Futebol (FAF), a análise dos factores que estiveram na base da eliminação prematura da selecção nacional no CAN/2012, que se disputa no Gabão e Guiné Equatorial.

Em entrevista exclusiva à Angop, Gonçalves Muandumba lamentou o facto de a selecção nacional não ter conseguido o apuramento para a fase seguinte da competição.

Indicou que este factor deverá obrigar a FAF a fazer uma análise “bastante” objectiva e aprofundada sobre as razões que estiveram na base do sucedido, visto que o governo garantiu todas as condições, quer financeiras, quer logísticas e de conforto para uma boa prestação da selecção.

“O presidente da República José Eduardo dos Santos, particularmente, emprestou a sua simpatia e apoio psicológico para que o desempenho da selecção nacional de futebol fosse satisfatório, tendo inclusive assistido a um jogo treino de preparação da selecção para o CAN. Mas as expectativas do público angolano foram defraudadas com a eliminação prematura dos Palancas Negras”, lamentou.

De acordo com o ministro, o estudo sobre o insucesso dos Palancas Negras deverá servir para encontrar as falhas, determinar soluções e tirar lições para as futuras competições.

Angola falhou o apuramento aos quartos-de-final onde inscreveu o seu nome nas duas anteriores edições, devido ao saldo negativo de um golo, ante do Sudão.

Fonte: Angop

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.