InicioAngolaSociedadeMédico chama a atenção para os cuidados na praia

Médico chama a atenção para os cuidados na praia

O médico António Tavares, do Centro Nacional de Oncologia, reafirmou, à Angop, a importância dos banhistas evitarem estar demasiado tempo ao sol e de usarem protectores para precaverem o cancro da pele.
O cancro da pele, referiu, também pode ser provocado por factores genéticos e ambientais, como a destruição da camada de ozono, e pode manifestar-se na forma de carcinoma, em 70 a 80 por cento dos casos, ou melanomas.

O carcinoma, avisou, embora não provoque a morte, pode causar grandes deformações e o cancro da pele está directamente relacionado com a exposição aos raios ultravioleta e atinge, sobretudo, pessoas de pele, cabelo e olhos claros.

O surgimento de nódulos e feridas que não cicatrizam, advertiu o médico, deve ser encarado com preocupação.

Não há um horário específico para as pessoas se exporem ao sol, frisou, mas os banhistas devem usar sempre filtros solares.

“A queimadura do sol forma bolhas e aumenta em 30 por cento a possibilidade de se desenvolver um cancro da pele e por isso é preciso o uso constante do filtro solar”, insistiu. O bronzeamento, aconselhou, deve ser feito ao longo de vários dias de exposição ao sol e não em muitas horas num só dia.

A exposição ao sol deve não deve ultrapassar os vinte minutos diários, sempre com a utilização de protectores solares.

Fonte: JA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.