- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Vida Saúde Angola e África Subsariana devem efectivar esforços para redução do VIH

Angola e África Subsariana devem efectivar esforços para redução do VIH

A vice-ministra da Saúde, Evelize Frestas, advogou hoje, em Luanda, a necessidade de Angola e a África Subsariana e continuarem a realizar esforços para redução dos casos de novas infecções do VIH/SIDA, por formas a diminuir substancialmente o número de mortes por esta pandemia.

Evelize Frestas, que falava durante um Workshop sobre a iniciativa da eliminação de novas infecções pelo VIH, em crianças, referiu que segundo a visão do Ministério da Saúde é atingir zero novas infecções, discriminação e mortes relacionadas com esta patologia, garantindo o controlo e a redução da infecção de forma desagregada nas várias povoações e grupo populacionais.

Defendeu que deve-se dar uma especial atenção na prevenção das gravidezes precoces, através de uma maior acessibilidade de jovens adolescentes a campanha de informação e educação, como acesso aos serviços de planeamento familiar, testagem e aconselhamento do VIH/SIDA.

Neste sentido salientou ser importante rever e actualizar a estratégia de prevenção da doença a nível nacional.

Para si, este desiderato exige o envolvimento profundo do Serviço Nacional de Saúde em todo território, razão pela qual todas as Direcções Provinciais de Saúde estão envolvidas no workshop.

A vice-ministra disse que o plano estratégico de luta contra o Sida enquadra todas as intervenções neste domínio, sendo o principal desafio do Workshop a elaboração do plano nacional de eliminação de novas infecções do VIH em crianças até 2015, o que só será feito com o apoio o envolvimento desde início de todas as direcções provinciais de saúde e das agências especializadas das nações unidas, como Onusida e o Fundo Global.

De forma especial, orientou que este plano nacional se estabeleça como um progama de trabalho em conjunto entre o VIH/SIDA e os serviços de saúde reprodutiva que envolva várias áreas, nomeadamente os centros de aconselhamentos e testagens voluntária, prevenção da transmissão de mãe para filho, consulta pré-natal, planeamento familiar pediatria e laboratório.

Segundo a vice-ministra esta unificação tem como objectivo desenvolver eficazmente um plano de implementação das actividades, orçamentação e monitoria conjunta nos níveis nacional, provincial e municipal.

Frisou ainda que a região africana tem o maior fardo da pandemia do SIDA e estão em África cerca de dois terços vivendo com VIH, de novas infecções em adultos, num total de 72 porcento de mortes relacionadas com a patologia.

“Foram registados mais de 90 porcento de novas infecções em crianças, por isso temos que travar e começar a impedir a pandemia a nível global e na região Africana”, exortou.

Reforçou que a comunidade internacional, incluindo Angola, está comprometida em acabar com as novas infecções em crianças até o ano 2015, através da educação das populações para saúde e dar capacitação aos profissionais e serviços de saúde visando a testagem e aconselhamento voluntário, a atenção pré-natal e corte da transmissão vertical para permitir que uma mãe seropositiva possa gerar uma criança livre do Vih.

Constata-se a nível mundial e em particular na região que progressivamente menos pessoas se infectam e morrem devido o SIDA.

Fonte: Angop

- Publicidade -
- Publicidade -

Caso São Vicente: PGR confia na recuperação do dinheiro e admite ouvir personalidades da Sonangol

A Procuradoria Geral da República (PGR) de Angola assegura que tudo está a fazer para recuperar os 900 milhões de dólares congelados na conta...
- Publicidade -

Ministério Público quer agravar pena de prisão a “Zénu” dos Santos e co-acusados

O Tribunal Supremo (TS) de Angola terá que decidir se vai agravar ou aliviar as sentenças impostas aos acusados no “processo dos 500 milhões”. O...

Sociedade civil e partidos extra-parlamentares estão “vigilantes” com a criação da frente patriótica

O Ex-secretário Executivo do Comité Intereclesial para a Paz em Angola (COIEPA), reverendo Ntony Njnga, felicitou a iniciativa de se criar uma Frente Patriótica...

EUA contrabandeiam petróleo para fora da Síria durante a noite em 35 camiões-cisterna, diz mídia

A região do nordeste da Síria contém a maior parte das reservas de petróleo do país e é também o território onde a maioria...

Notícias relacionadas

Caso São Vicente: PGR confia na recuperação do dinheiro e admite ouvir personalidades da Sonangol

A Procuradoria Geral da República (PGR) de Angola assegura que tudo está a fazer para recuperar os 900 milhões de dólares congelados na conta...

Ministério Público quer agravar pena de prisão a “Zénu” dos Santos e co-acusados

O Tribunal Supremo (TS) de Angola terá que decidir se vai agravar ou aliviar as sentenças impostas aos acusados no “processo dos 500 milhões”. O...

Sociedade civil e partidos extra-parlamentares estão “vigilantes” com a criação da frente patriótica

O Ex-secretário Executivo do Comité Intereclesial para a Paz em Angola (COIEPA), reverendo Ntony Njnga, felicitou a iniciativa de se criar uma Frente Patriótica...

EUA contrabandeiam petróleo para fora da Síria durante a noite em 35 camiões-cisterna, diz mídia

A região do nordeste da Síria contém a maior parte das reservas de petróleo do país e é também o território onde a maioria...

Metropolitan Opera de Nova Iorque cancela toda a temporada 2020/2021

A companhia norte-americana Metropolitan Opera, em Nova Iorque, anunciou hoje o cancelamento de toda a temporada de espectáculos 2020-2021, por causa da covid-19, numa...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.