Radio Calema
InicioAngolaPolíticaBento Bento quer governo interactivo

Bento Bento quer governo interactivo

“Vamos trabalhar para uma governação mais interactiva, de proximidade, mais dinâmica, com aposta no melhoramento das unidades sanitárias de base, mais distribuição de água potável, electricidade e uma especial atenção à habitação social e loteamento de terrenos para alargamento das reservas fundiárias, terminando assim com a venda ilegal de terrenos”, disse o governador de Luanda, Bento Bento, ontem, numa cerimónia de cumprimentos de fim de ano.
Bento Bento anunciou que a partir de agora vai ser aplicada a lei “de forma severa” contra quem se apropriar de terrenos das reservas fundiárias, “uma prática cada vez mais frequente na cidade capital, sobretudo nos municípios de Viana, Samba, Cacuaco, e Ramiros”.
O governador de Luanda disse que “este é um tempo de reflexão, de ponderação, de desafios e um tempo de dinâmica e diligência”. Bento Bento reconheceu que existem muitos problemas por resolver, muitos deles graves, “pois a nossa cidade é das que têm mais população no continente africano, o que podemos considerar como uma mega cidade e todas as mega cidades enfrentam enormes problemas e desafios como crescimento desorganizado, poluição, saneamento, trânsito elevado e criminalidade”.
O governador de Luanda disse que existem situações anómalas na cidade “por falta de rigor, profissionalismo, e responsabilidade” dos que têm responsabilidades no Governo Provincial e nas administrações locais.
“Sofremos forte influência do mundo global, por isso é necessário resgatar os valores culturais, morais e cívicos, os valores da família e da solidariedade como alicerces da boa cidadania, porque com estes factores e a cooperação conjunta é possível alcançar melhores resultados em Luanda”, disse Bento Bento. O governador de Luanda prometeu mais atenção aos idosos do Beiral, introduzindo mais apoios na saúde e mais ocupação dos seus tempos livres. Também anunciou uma aposta na educação cívica e na criação de oportunidades para os jovens.
O governador de Luanda falou do estado das escolas públicas e prometeu a construção de novas escolas, diminuindo deste modo o alto índice de crianças fora do sistema público de ensino.

 

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Kindala Manuel

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.