Radio Calema
InicioAngolaPolíticaMinistra anuncia aposta na expansão do sinal

Ministra anuncia aposta na expansão do sinal

A ministra da Comunicação Social, Carolina Cerqueira, disse sábado na cidade do Huambo que a grande prioridade do sector para 2012 passa por um forte investimento nas empresas públicas de comunicação, para permitir que o cidadão quer das áreas urbanas quer das áreas mais recônditas do país possam ter acesso à informação.
Um dos grandes exemplos, segundo a ministra, é o forte investimento do Executivo no sector de Radiodifusão, mais propriamente na criação de rádios comunitárias pelos vários municípios do país. Apontou como exemplo as rádios instaladas no Cazenga e Viana, em Luanda, a Rádio Caála, inaugurada ontem, e a Rádio do município do Katchiungo, em fase de conclusão.
Em Janeiro de 2012, arrancam as obras para edificação das rádios comunitárias do Bailundo, Samba e mais outras seis, repartidas pelas províncias de Benguela, Huíla, Cunene, Lunda-Sul, Lunda-Norte e Moxico. “São investimentos fortes que o Executivo está a realizar para servir o cidadão. Num mundo cada vez mais globalizado, o cidadão tem de estar informado sobre o que se passa à sua volta, porque o mundo, por via das tecnologias, tornou-se um lugar pequeno”, disse a ministra. Carolina Cerqueira disse ainda que a Televisão e a imprensa também estão entre as grandes prioridades do Executivo para o ano de 2012. Na próxima terça-feira, dia 27, a Televisão Pública de Angola (TPA) inaugura na cidade do Huambo o seu segundo maior centro de produção no país, depois de Luanda, uma obra que deixa a ministra bastante orgulhosa. Depois do centro de produção da TPA no Huambo e no Kwanza-Sul, cujas obras estão na fase final, o Executivo, afirmou Carolina Cerqueira, tem projectado a construção de mais quatro centros de produção, nas províncias do Moxico, Uíge, Zaire e Cunene, num projecto que vai deixar o país mais interligado no que toca ao serviço público de televisão.
“É um grande desafio a que nos propusemos correr. Em 2012, o país vai realizar as terceiras eleições gerais da sua história enquanto nação independente e é necessário que o cidadão esteja bem esclarecido e informado sobre a realidade do país em que vive, para que não seja influenciado por correntes que buscam sempre denegrir a imagem real do Estado e da nação angolana”, disse.
A aposta numa melhor distribuição pelo país dos conteúdos de imprensa produzidos pelas Edições Novembro, é também uma forte prioridade do Executivo para 2012.
A ministra Carolina Cerqueira disse que existe um projecto muito bem delineado para a colocação de novas rotativas no Lobito e no Waco-Kungo, que vão permitir a produção do Jornal de Angola, Jornal dos Desportos e Jornal de Economia e Finanças com uma maior qualidade e a sua distribuição em tempo real pelo país, principalmente para aqueles espaços do território nacional em que a sua comercialização ainda não se faz sentir. A ministra Carolina Cerqueira elogiou o empenho e dedicação dos profissionais do sector da comunicação social na cobertura da campanha do processo de actualização do registo eleitoral.

Fernando Cunha | Huambo

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Francisco Lopes

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.