Radio Calema
InicioCulturaTributo ao Semba no Caldo do Poeira

Tributo ao Semba no Caldo do Poeira

Legalize vai recordar Urbano de Castro

Um espectáculo musical, denominado “Super Caldo do Poeira”, para homenagear os precursores do género semba, é realizado amanhã às 9 horas, no Centro Cultural e Recreativo Kilamba, em Luanda, pela Rádio Nacional de Angola (RNA), enquadrado nos festejos do 10º aniversário projecto “Caldo do Poeira”.
Sebastião Lino, coordenador da actividade, disse que está a ser preparado um programa especial, com um elenco constituído por cinco bandas, nomeadamente Kiezos, Jovens do Prenda, Marissol, Movimento e os Caldistas, que vão acompanhar mais de 20 músicos.
O director do Canal A da RNA explicou que as bandas vão tocar alguns sucessos de carreira e acompanhar os artistas convidados, entre eles, Calabeto, Chico Montenegro, Matadidi, Sam Manguana e Dominguinho, nomes que actuaram com alguma regularidade no “Caldo do Poeira”.
Sebastião Lino sublinhou que o músico Gaby Moy, para além de músicas do seu reportório, vai interpretar sucessos do seu falecido irmão David Zé, enquanto Zé Manico vai interpretar temas de Artur Nunes. O músico Legalize vai recordar temas de Urbano de Castro. O músico Tony do Fumo Filho vai interpretar canções do seu pai. Filomena Gegé vai reviver canções de Lourdes Van-Dúnem e Massox vai recordar alguns sucessos do “Rei” Elias.
Sebastião Lino afirmou que o projecto cultural “Caldo do Poeira” tem, ao longo dos últimos dez anos, ajudado a divulgar temas dos maiores intérpretes da música urbana angolana e dos principais agrupamentos das décadas de 50, 60 e 70 do século XX, em todas as províncias de Angola, em parceria com os governos provinciais.

Manuel Albano

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Jornal de Angola

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.