Quinta-feira, Fevereiro 2, 2023
5.7 C
Lisboa

“Quarteto de Paz”reactiva o diálogo

Os emissários do Quarteto para o Médio Oriente reuniram-se quarta-feira com representantes palestinos e israelitas em Jerusalém para tentar reactivar as negociações directas de paz, paralisadas há mais de um ano.  Os representantes do Quarteto (Estados Unidos da América, União Europeia, ONU, Rússia) e o seu enviado especial Tony Blair “reuniram-se separadamente com as duas partes em Jerusalém”, anunciou a ONU em comunicado.
“Enfatizaram a importância de uma troca directa entre as partes sem demora nem condições prévias, começando por uma reunião preparatória e que conduza à apresentação de propostas sobre o território e a segurança”, afirma o comunicado. Mark Regev, porta-voz do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, criticou a atitude dos palestinos. “O negociador palestino (Saeb Erakat) negou-se a reunir-se com o seu homólogo israelita Yitzhak Molho. Também não se reuniu com as autoridades do Quarteto”, afirmou o porta-voz.
Segundo ele, “se os palestinos continuarem a boicotar as negociações, isso pode levantar interrogações sobre a sinceridade do seu compromisso para se encontrar uma solução negociada”.
O chefe do Hamas, Ismail Haniyeh, prometeu quarta-feira continuar a “resistência”, até à libertação de todos os territórios palestinos, durante uma manifestação que reuniu 350 mil pessoas, no centro da cidade de Gaza, para marcar o 24º aniversário da fundação do movimento islamita. manifestação contou com pelo menos 350.000 membros e simpatizantes do Hamas – cujo acrónimo, em árabe, significa “Movimento da Resistência Islâmica” – na praça de Katiba, segundo os organizadores. Também foram agitadas bandeiras egípcias e turcas, os dois países mais amigos do Hamas, segundo os dirigentes em Gaza. O Hamas saiu vitorioso nas mais recentes eleições legislativas palestinas, em Janeiro de 2006, e passou a controlar a Faixa de Gaza em Junho de 2007, derrotando o movimento rival Fatah desta região.O chefe do Hamas, Khaled Mechaal, e o Presidente palestino, Mahmoud Abbas, anunciaram no dia 24 de Novembro, no Cairo, terem concluído uma “parceria”, destinada a finalizar a reconciliação palestina.
Foi o primeiro encontro entre os dois dirigentes desde a assinatura em Maio, no Cairo, pelo conjunto dos movimentos palestinos, de um acordo entre o Fatah e o Hamas, que controlam as zonas autónomas da Cisjordânia e da Faixa de Gaza. O essencial deste acordo não foi aplicado até agora e prevê, principalmente, a organização de eleições em Maio de 2012.

 

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: AFP

POSTAR COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

- Publicidade -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Galaxy S com câmera de 200 megapixels é teste de poder de marca da Samsung

A Samsung Electronics apresentou nesta quarta-feira seus mais recentes smartphones premium dando foco em câmeras poderosas, em um teste...

Artigos Relacionados

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
  • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
  • Radio Calema
  • Radio Calema