Radio Calema
InicioMundoEuropa prende 112 suspeitos de pedofilia na internet

Europa prende 112 suspeitos de pedofilia na internet

Polícia em ação nos Estados Unidos contra pornografia infantil na internet.

A Europol, agência europeia de coopração policial, prendeu 112 pessoas em 22 países do continente em uma vasta operação de luta contra a pornografia infantil na internet batizada de” Ícaro”. Segundo a Europol, 269 suspeitos foram identificados.

A investigação realizou uma apreensão de 9 mil horas de material pornográfico envolvendo bebês e crianças pequenas que sofrem abusos sexuais. Os vídeos eram trocados entre usuários do sistema  “peer-to-peer”. Ou seja, sistema de troca de arquivos pessoais diretamente de um computador para outro. O diretor da Europol, Rob Wainwright, afirma que a polícia identificou 269 suspeitos, dos quais 112 foram presos. Segundo Wainwright, a operação visa “todos aqueles que trocam as formas mais extremas de vídeo com as piores imagens”, declarou.

A polícia dinamarquesa comandou a operação por causa do know-how no setor de troca ilegal de arquivos pela internet. Graças a um novo software desenvolvido na Dinamarca e disponibilizado para a polícia, os agentes de combate a crimes cibernéticos puderem rapidamente localizar os suspeitos.O trabalho de identificação e localização da polícia dinamarquesa foi efetuado em setembro e já nos dois meses seguintes as autoridades policias dos países envolvidos puderam emitir as ordens de prisão.

Na Dinamarca, 19 homens com idade entre 24 e 55 anos foram presos por posse e distribuição de material pornográfico infantil. Na Bélgica, foram 19 pessoas detidas. O número de prisões em todos os países, porém, tende a aumentar. Wainwright destacou que a operação está “longe de ter acabado”. “Fazemos todo o possível para proteger nossas crianças. Por trás de cada imagem, há uma criança destruída”, afirmou o chefe da Europol.

Em março deste ano, na última operação da Europol, 200 pessoas foram presas e uma rede internacional de pornografia infantil com 70 mil membros foi identificada e destruída.

 

Fonte: RFI

Foto: AFP

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.