Radio Calema
InicioAngolaRegiõesSector da agricultura na província prevê cultivar toneladas de milho

Sector da agricultura na província prevê cultivar toneladas de milho

As famílias também foram contempladas com vários materiais de produção agrícola

A presente campanha agrícola na província do Zaire, prevê atingir 72 toneladas de milho e 37 de jinguba afirmou, ontem, na aldeia de Koma, município do Cuimba, o director da Agricultura na região.
Paixão Esteves disse que o seu sector está fortemente empenhado para que a presente campanha agrícola atinja os objectivos preconizados. As 174 famílias agrupadas em cooperativas agrícolas da aldeia do Koma receberam 25 hectares de terra já preparadas, para a actividade agrícola.
Paixão Esteves falava no acto de abertura da campanha agrícola 2011/2012, presidido pelo vice-governador da província do Zaire para área Técnica e Infra-estruturas, Kilele Mwatchama.
As famílias também foram contemplados com materiais de produção, entre enxadas, catanas, limas, adubadores, semeadores e sementes.  Para a presente campanha agrícola está programada a mecanização de dois mil hectares de terra.
O município do Cuimba, escolhido para a abertura da campanha, está contemplado com 400 hectares, dos quais já foram preparados pela Mecanagro 25, cabendo a cada família uma parcela de 30 metros quadrados. Pedro Kiala, camponês, considera-se um homem feliz por ter sido contemplado com ferramentas de sementes.
“O dia de hoje tem grande significado para mim, porque com os meios que recebi, posso trabalhar para sustentar a minha família”, disse.
O município do Cuimba que dista 70 quilómetros da capital provincial, Mbanza Congo, tem sete mil produtores agrícolas filiados em associações e cooperativas.

Fernando Neto | Cuimba

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Benjamim Cândido

 

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.