Radio Calema
InicioEconomiaPresidente Obama corta nos impostos

Presidente Obama corta nos impostos

O Congresso dos Estados Unidos está a dificultar a estratégia do Presidente Obama na luta contra a crise financeira7

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu na segunda-feira ao Congresso que aprove um corte de impostos sobre a folha de pagamento e manifestou-se disposto a trabalhar em conjunto com a oposição na busca de meios para financiar a medida, mas acusou os republicanos de lutarem “com unhas e dentes” pelos ricos, mas não pela classe média norte-americana.
Em conferência de imprensa concedida na Casa Branca, Obama colocou mais pressão sob o Congresso para aprovar um corte de impostos que deve expirar no fim do ano e disse querer trabalhar com os republicanos para ser encontrado um meio “responsável” de financiar a prorrogação.
A Casa Branca também inaugurou um relógio que conta os dias, as horas, os minutos e os segundos para o fim da vigência do corte de impostos.
Sobre o relógio, uma mensagem diz: “Se o Congresso não agir, o aumento de impostos para a classe média ocorrerá em…”. Obama disse que não aceita a prorrogação dos cortes de impostos através da redução dos gastos com educação e disse estar confuso com a postura dos republicanos, já que normalmente são eles quem defendem cortes nos impostos. O Presidente dos Estados unidos declarou que a família norte-americana média vai enfrentar dificuldades se os cortes deixarem de vigorar no início de 2012, num momento em que a economia dos EUA ainda recupera da crise. Segundo cálculos do Departamento do Tesouro dos EUA, uma família norte-americana média vai ter os seus impostos aumentados em cerca de mil dólares se a prorrogação não se concretizar.  Obama também pediu ao Congresso para prorrogar o modelo de seguro de desemprego e defendeu que os parlamentares não entrem em descanso de fim de ano até que esses assuntos estejam resolvidos.

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: AFP

 

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.