Terça-feira, Fevereiro 7, 2023
7.8 C
Lisboa

Defendida mais abertura das fontes de informação

Jornalistas da TPA em actividade

A presidente da Associação das Mulheres Jornalistas (AMUJA) disse, ontem, à Angop, ser importante que haja mais abertura das fontes de informação, sobretudo as ligadas a instituições públicas.
Edith Daniel salientou que se houver maior abertura, os jornalistas têm mais possibilidades de dar informações concretas e isentas.
A presidente da AMUJA referiu ser necessário “um trabalho árduo e maior sensibilização” para “as fontes, principalmente os gestores públicos”, estarem sempre disponíveis para falarem das realizações dos seus sectores.
Além de ser necessário maior abertura, declarou, é também preciso que os jornalistas apostem na formação e na investigação antes de abordarem uma fonte.
Se não houver preparação prévia, advertiu, o jornalista não é capaz de retirar da fonte as informações de que necessita e corre o risco de publicar dados errados.
O jornalista, alertou, deve saber destrinçar o certo do errado para evitar a publicação de notícias falsas.
“O jornalista tem responsabilidades acrescidas na sociedade, deve evitar a publicação de notícias que fomentem o ódio e a discórdia entre os angolanos. O nosso papel é informar, formar e educar com responsabilidade e rigor”, disse.

 

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Jornal de Angola

POSTAR COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

- Publicidade -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Rosa Parks, ícone do movimento negro nos EUA

Em 1955, ativista entrou para a história ao se negar a ceder seu lugar no ônibus para um homem...

Artigos Relacionados

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
  • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
  • Radio Calema
  • Radio Calema