Terça-feira, Fevereiro 7, 2023
9.3 C
Lisboa

Preço do crude fechou em alta

Postos de trabalho influenciaram mercado

Os preços dos contratos futuros do petróleo fecharam em alta após a divulgação pelo governo dos Estados Unidos de que em Novembro a economia do país criou milhares de postos de trabalho e a taxa de desemprego caiu, gerando expectativas de uma recuperação na procura norte-americana de petróleo.
O preço do contrato do petróleo para entrega em Janeiro foi negociado na sexta-feira no Mercado de Trocas de Nova Iorque a 100,96 dólares o barril, acumulando alta de 4,33 por cento na semana.
Na plataforma ICE, o contrato do petróleo tipo Brent para Janeiro subiu 0,95 dólares, ou 0,87 por cento, cotando-se o barril por 109,94 dólares, com ganhos de 3,32 por cento na semana.
Sexta-feira de manhã, o Departamento do Trabalho dos Estados Unidos divulgou que a economia americana tinha criado 120 mil empregos em Novembro, pouco menos do que as 125 mil vagas esperadas por analistas, e que a taxa de desemprego norte-americano tinha caído de nove para 8,6 por cento, ante uma previsão de estabilidade.
Foi a primeira vez que a taxa de desemprego ficou abaixo dos nove por cento desde Março de 2009 e, segundo Carl Larry, presidente da consultoria Oil Outlook and Opinions, “não é fora do normal ver essa taxa encolher para menos de oito por cento nos próximos três meses”.
Os operadores do mercado do petróleo estão a acompanhar de perto o ritmo de recuperação da economia dos EUA por causa do forte vínculo entre a actividade económica e a procura de petróleo.
O alto nível de desemprego no país foi um factor negativo para a procura de gasolina este ano, já que houve uma redução no número de pessoas que conduzem para ir trabalhar ou durante as férias.

Vários especialistas no mercado destacaram, no entanto, que os dados positivos apresentados pelo Departamento do Trabalho dos Estados Unidos eram amplamente esperados e que os operadores talvez já tenham embutido nos preços do petróleo a melhoria na perspectiva económica norte-americana.

 

 

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: AFP

POSTAR COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

- Publicidade -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Rosa Parks, ícone do movimento negro nos EUA

Em 1955, ativista entrou para a história ao se negar a ceder seu lugar no ônibus para um homem...

Artigos Relacionados

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
  • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
  • Radio Calema
  • Radio Calema