Segunda-feira, Fevereiro 6, 2023
8.6 C
Lisboa

Agricultura e Pescas aumentam emprego

Comissão Permanente do Conselho de Ministros avaliou programas dos sectores da Agricultura e Desenvolvimento Rural e Pescas Fotografia: Francisco Bernardo

O Executivo angolano espera criar 50 mil empregos com a implementação de projectos do sector da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas, segundo um comunicado saído da sessão extraordinária da Comissão Permanente do Conselho de Ministros, realizada ontem na sala de reuniões do Palácio Presidencial da Cidade Alta.
Na sessão orientada pelo Presidente José Eduardo dos Santos, o órgão procedeu à avaliação dos programas e projectos da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas e da Saúde, bem como ao balanço da execução dos programas e projectos das províncias de Cabinda e da Huíla.
O comunicado indica que aquele órgão considerou positivo o desempenho da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas, na execução de 24 programas analisados, 16 dos quais no domínio agrário, seis das pescas e dois de desenvolvimento rural, que resultaram na criação de 4.120 novos empregos.  Na avaliação que fez ao relatório de execução dos referidos programas, a Comissão Permanente do Conselho de Ministros indica que houve aumento de 7,9 por cento da produção agrícola em geral, 29,2 por cento da produção de carne bovina, caprina, avícola e suína, e de 15,2 por cento da produção de café. O relatório de balanço também faz referência ao aumento de 3,45 por cento na captura de pescado durante o segundo trimestre do ano em curso, comparativamente ao mesmo período do ano passado.
Durante a sessão, foi avaliado um relatório sobre o estado de execução de 28 projectos do sector da Saúde. Os projectos estão relacionados com a construção, reabilitação e apetrechamento de diversos hospitais provinciais e municipais, e na expansão e melhoria da cobertura da rede sanitária.
Segundo o comunicado do Conselho de Ministros, em consequência da implementação destes projectos no sector da Saúde, “constatou-se uma significativa melhoria nos indicadores de saúde, nomeadamente, a redução da mortalidade materno-infantil e da mortalidade por doenças em geral, o aumento da esperança de vida, a expansão da assistência médica e medicamentosa às zonas rurais e a contenção da progressão das grandes endemias e do VIH/SIDA”.
O órgão fez igualmente uma avaliação dos projectos do sector inseridos em Programas de Investimento Público (PIP), tendo recomendado que se acelere a sua conclusão, com especial ênfase para os hospitais municipais de Ondjiva, Cuemba, Camanongue e Cuito Cuanavale.

Cabinda e Huíla

Nesta terceira sessão extraordinária da Comissão Permanente do Conselho de Ministros, fez-se notar a presença de Mawete João Baptista e Isaac dos Anjos, governadores de Cabinda e da Huíla, respectivamente, além dos habituais titulares dos gabinetes ministeriais ou seus representantes.
No que se refere à província mais a Norte do país, o órgão avaliou os Programas de Investimento Público referentes a 2011, tendo considerado “satisfatória a sua execução”. O referido balanço dá conta que estão concluídos 82 projectos, dos quais se destacam a reabilitação e o apetrechamento de unidades de saúde, a construção e reabilitação de escolas e de vias urbanas, obras de drenagem, expansão da rede de abastecimento de água nas zonas urbanas e rurais, a construção de mercados públicos e de pavilhões desportivos, a reparação de imóveis afectos ao ensino superior e a construção de um centro de investigação veterinária.
Com relação à província da Huíla, foi feito um balanço de 36 projectos em execução, dos quais se destacam a construção de sedes das administrações municipais, a expansão das redes de distribuição de energia eléctrica nos bairros periféricos e o aumento do número de beneficiários do “Programa Água para Todos”. Também está em curso a construção do Hospital Municipal do Kuvango e de infra-estruturas de reservas fundiárias, bem como de escolas e a aquisição de equipamentos para a campanha agrícola de 2011.
A Comissão Permanente foi também informada sobre o estado de implementação dos projectos de exploração do Complexo Mineiro de Cassinga, na Huíla, bem como do Caminho-de-Ferro de Moçâmedes e do Porto Mineiro do Sacomar, no Namibe.

Fonte: JA

POSTAR COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

- Publicidade -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Beyoncé está perto de se tornar artista com maior número de Grammys

Beyoncé conquistou dois Grammys na tarde deste domingo, na pré-gala da premiação mais prestigiada da indústria da música, onde...

Artigos Relacionados

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
  • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
  • Radio Calema
  • Radio Calema