Quinta-feira, Fevereiro 2, 2023
6.6 C
Lisboa

Centro de apoio à pesca artesanal construído de raiz em cooperativa

Ministro da Agricultura ao inaugurar o centro de apoio que pode elevar a produção dos pescadores para níveis nunca antes obtidos

A cooperativa dos pescadores da vila piscatória do Tômbwa, 93 quilómetros a sul do Namibe, conta desde a semana passada com o centro de apoio à pesca artesanal, uma obra construída de raiz e orçada em cerca de 600 milhões de kwanzas.
O coordenador nacional do projecto de construção das infra-estruturas pesqueiras, Carlos Neto, salientou que o empreendimento integra uma área de formação, outra administrativa, uma parte produtiva, que tem um sistema para processamento, secagem do peixe e de frio, contando esta última com uma câmara com capacidade para cinco toneladas por dia e outra câmara de conservação com seis toneladas.
Tem também a parte técnica para reparação de motores e uma ponte cais com 30 metros e quatro barcos. Uma sala de alfabetização para 50 formandos, assim como um minimercado de peixe que vai alojar 60 vendedores e pescadores.
O ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, Afonso Pedro Canga, que procedeu à entrega da estrutura física, frisou que o Executivo pretende melhorar as condições de vida das populações, criando espaços adequados o exercício do  trabalho.
Esse empreendimento vai contribuir para que os pescadores artesanais e não só, aqueles que se dedicam à venda de peixe, possam ter um lugar para preparar e vender o peixe, mas também para aprender, porque esse centro tem condições para ensinar. “No entanto, cuidem desse centro e beneficiem dele para que amanhã possam aumentar os vossos rendimentos,”apelou.
O centro conta com o concurso de técnicos que vão apoiar os pescadores, comerciantes, vendedores de peixe, mas também vai ensinar aquelas pessoas que têm dificuldades de ler e escrever, para poderem discutir com os compradores e fazer bem as contas, para evitar que sejam enganados.

O ministro da Agricultura, que agradeceu ao governo da província do Namibe  pela dedicação e apoio que tem dado ao sector das pescas, reconheceu que o povo do Tômbwa tem sabido resistir, não obstante as dificuldades que enfrenta.
Afonso Pedro Canga procedeu ainda à entrega de equipamentos de pesca, como motores de bordo, linhas e bidões.
Considerou de positivo e animador o balanço da visita de 48 horas, na semana passada, ao Namibe, e constatou que a unidade de produção de sal, “ Sal do Sol”, que teve dificuldades aquando das chuvas e  recebeu apoio institucional.

João Upale| Namibe

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Afonso Costa

POSTAR COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

- Publicidade -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Galaxy S com câmera de 200 megapixels é teste de poder de marca da Samsung

A Samsung Electronics apresentou nesta quarta-feira seus mais recentes smartphones premium dando foco em câmeras poderosas, em um teste...

Artigos Relacionados

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
  • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
  • Radio Calema
  • Radio Calema