Quinta-feira, Fevereiro 2, 2023
8.5 C
Lisboa

Estrangeiro operado para retirar cocaína do estômago

Um cidadão franco-camaronês foi submetido em Luanda, em Agosto último, a uma intervenção cirúrgica de emergência, para a retirada de várias cápsulas de cocaína no estômago, que continham 1,62 quilos.
O caso foi tornado público ontem pela Polícia Nacional, quando fazia a apresentação do cidadão franco-camaronês e de mais dois presumíveis traficantes, um dos quais também estrangeiro, detidos igualmente por tentativa de entrada em Angola de drogas no estômago.
Os três indivíduos, segundo o porta-voz em exercício do Polícia em Luanda, Nestor Goubel, viajavam para Luanda em dias e voos diferentes, sendo que dois deles foram detidos pelas autoridades policiais na semana passada.
O caso do cidadão franco-camaronês foi descoberto quando, em pleno voo que fazia a ligação Rio de Janeiro/Luanda, sentiu-se mal, o que levou a que o pessoal de bordo, perante a aflição do passageiro, lhe desse um comprimido para acalmar as dores que sentia na região estomacal. Minutos depois, de acordo com Nestor Goubel, começou a expulsar, via oral, algumas cápsulas de cocaína, ingeridas no Brasil.
Logo após o seu desembarque em Luanda, o franco-camaronês foi transportado imediatamente para o Hospital do Prenda, onde foi submetido a intervenção cirúrgica de emergência, que culminou com a retirada de 1,62 quilos de cocaína.
“A intervenção cirúrgica de emergência foi oportuna porque permitiu salvar-lhe a vida e a retirada de 1,62 quilos de cocaína”, sublinhou Nestor Goubel.
Outro indivíduo apresentado ontem pela Polícia é um cidadão nigeriano, que ingeriu 954 gramas de cocaína, dissimuladas em cápsulas.
O terceiro indivíduo é angolano, que disse se ter deslocado ao Brasil com a finalidade de comprar roupa para revender em Luanda. À reportagem do Jornal de Angola, o presumível traficante disse que foi contactado no Brasil por uma senhora tanzaniana, que lhe propôs o transporte de 2,513 quilos de cocaína. Em contrapartida, acrescentou, a senhora tanzaniana dava-lhe quatro mil dólares, dois mil dos quais chegou a receber no Brasil.
Este cidadão angolano escondeu a cocaína num conjunto de cintas de senhora e roupa interior, que estavam revestidos de fita gomada.
Mais detidos apresentados
Além dos três elementos, a Polícia apresentou à Comunicação Social mais 16 indivíduos, acusados de prática de vários crimes.
Assaltos a moradias, roubo de viaturas e motorizadas, posse ilegal de arma de fogo e violação estão entre os crimes que levaram à cadeia os 16 elementos. Dez viaturas de várias marcas, roubadas e recuperadas na capital do país, três armas de fogo do tipo AKM, uma coluna de som e 4,529 quilos de cocaína foram também apresentados.

André da Costa

POSTAR COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

- Publicidade -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Galaxy S com câmera de 200 megapixels é teste de poder de marca da Samsung

A Samsung Electronics apresentou nesta quarta-feira seus mais recentes smartphones premium dando foco em câmeras poderosas, em um teste...

Artigos Relacionados

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
  • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
  • Radio Calema
  • Radio Calema