Terça-feira, Fevereiro 7, 2023
10.8 C
Lisboa

Novas tecnologias para investidores

Aguinaldo Jaime é o coordenador da comissão de reestruturação da ANIP

Uma plataforma tecnológica vai ser criada, a curto prazo, pela Agência Nacional para o Investimento Privado (ANIP), com vista a atrair mais investidores nacionais e estrangeiros e facilitar a aprovação de investimentos, anunciou na quarta-feira, em Luanda, o coordenador da comissão de gestão do órgão, Aguinaldo Jaime.
Ao discursar na conferência do Investimento Parcerias de Infra-estruturas para o Desenvolvimento Africano (iPAD) sobre a “Apresentação da reestruturação da ANIP e de como a mesma irá permitir cumprir com o objectivo da promoção do investimento necessário para o século XXI”, o dirigente referiu que com a iniciativa o investidor vai poder comunicar-se, através da Internet, em tempo real, sem precisar de se deslocar a Angola, senão na fase final do processo.
O responsável acrescentou que a plataforma vai ainda permitir dar um grande salto em frente em matéria de aprovação dos processos de investimento privado e possibilitar, uma vez os investimentos aprovados, acompanhar os projectos na sua fase de execução.
“O investimento representa também um compromisso do investidor para com o país, onde metas se propõe alcançar, onde determinados objectivos são estabelecidos e é importante que, no decurso da implementação do projecto, se saiba se os compromissos estão ou não a ser honrados”, explicou.
Para Aguinaldo Jaime, um dos compromissos de particular importância para o Estado angolano prende-se com a questão da formação de quadros, porquanto o investidor, quando apresenta um projecto, compromete-se a capacitar e a criar capital humano.
A prestação de formação técnica e científica aos trabalhadores e a apresentação de um plano de substituição gradual da força de trabalho expatriada pela força empregada angolana, são outras das obrigações assumidas pelos investidores, por altura da entrega da proposta de projecto de investimento.
Aguinaldo Jaime sublinhou que “tudo isto vai passar a ser monitorado com mais eficiência pela Agência Nacional de Investimento Privado e por outras instituições com essa responsabilidade, por via do grande investimento nesta plataforma tecnológica que o Executivo está a criar”. O evento, que terminou ontem, abordou, entre outras, questões como “A importância das parcerias público privadas para garantir a rentabilização das infra-estruturas de Angola”, “Boas práticas no âmbito das PPP” e “Tecnologia como factor determinante para a rentabilidade das infra-estruturas eléctricas”.

 

O iPAD reuniu membros do Governo angolano, peritos da indústria, reguladores e investidores existentes e potenciais interessados em oportunidades de parcerias de infra-estruturas nos sectores da agricultura, energia, água, transportes e logística, assim como exploração mineira.

 

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Dombele Bernardo

POSTAR COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

- Publicidade -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Casa do estilista Paco Rabanne sofre assalto após sua morte

Ladrões invadiram a casa do estilista espanhol Paco Rabanne, que morreu na sexta-feira (3) aos 88 anos em sua...

Artigos Relacionados

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
  • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
  • Radio Calema
  • Radio Calema