Quinta-feira, Fevereiro 2, 2023
8.5 C
Lisboa

Comunicação Social ao serviço da Nação

Profissionais angolanos foram encorajados a pautarem pelo tratamento objectivo dos problemas do país e da humanidade

O secretariado do Bureau Político do MPLA endereçou, ontem, uma mensagem de felicitações a todos os profissionais da Comunicação Social, por ocasião do Dia Internacional do Jornalista, que hoje se assinala.
A mensagem, a que o Jornal de Angola teve acesso, refere que no actual contexto de desenvolvimento da humanidade e com as transformações e inovações que se têm operado no domínio científico e técnico, o MPLA está consciente de que novos desafios se apresentam à Comunicação Social.
O partido no poder defende, com efeito, a existência de um serviço de difusão em grande escala, assegurado por entidades públicas e privadas que promovam os valores e o interesse nacional.
No documento, o MPLA considera também que se deve promover uma política pragmática, que garanta o florescimento e o desenvolvimento da Comunicação Social, através da realização de investimentos que aumentem a capacidade técnica e permitam a criação de estabelecimentos próprios para a formação e treinamento de profissionais altamente qualificados.
“Neste sentido, o MPLA considera que se deve continuar a promover a criação de estabelecimentos de ensino médio e superior de Comunicação Social, tendo em especial atenção o seu papel técnico, profissional e pedagógico, de interacção privilegiada com os sectores da ciência e tecnologia”, lê-se na mensagem em alusão ao Dia Internacional do Jornalista.
O MPLA defende, de acordo com o documento dirigido aos jornalistas, as liberdades de expressão e de imprensa e a garantia do direito à informação para todos, como premissas fundamentais para a realização de um jornalismo moderno, participativo e responsável, que respeite a ética e a deontologia profissionais, os direitos fundamentais dos cidadãos e das instituições, a Constituição da República e a lei.Por ocasião do 8 de Setembro, o secretariado do Bureau Político do MPLA “encoraja toda a classe jornalística a pautar pelo tratamento objectivo dos problemas do país e da humanidade, para a preservação dos valores inalienáveis da independência, soberania, democracia, tolerância e unidade nacional”.
O 8 de Setembro é considerado Dia Internacional do Jornalista devido ao assassinato do jornalista checo Julius Fucik, em 1943, ainda no decurso da II Guerra Mundial. Nessa altura, Julius Fucik revelou-se um acérrimo defensor da liberdade de imprensa e inspirava nos seus despachos a luta contra o fascismo e advogava ideais de independência dos povos oprimidos, o que lhe valeu, em 1950, a título póstumo, o prémio da paz, outorgado pelo Conselho Mundial da Paz.

 

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Jornal de Angola

POSTAR COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

- Publicidade -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Galaxy S com câmera de 200 megapixels é teste de poder de marca da Samsung

A Samsung Electronics apresentou nesta quarta-feira seus mais recentes smartphones premium dando foco em câmeras poderosas, em um teste...

Artigos Relacionados

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
  • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
  • Radio Calema
  • Radio Calema