Terça-feira, Fevereiro 7, 2023
10.8 C
Lisboa

Família Kadhafi está na Argélia

A Argélia autorizou a entrada no país da mulher e de três filhos do Presidente Muammar Kadhafi “por questões estritamente humanitárias”, afirmou, ontem, um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros.
“Estas pessoas foram recebidas na Argélia por razões estritamente humanitárias. Informámos o secretário-geral da ONU, o presidente do Conselho de Segurança e o presidente do conselho executivo do Conselho Nacional de Transição (CNT)”, disse Amar Belani, numa mensagem electrónica enviada à agência noticiosa francesa France Press. O representante da diplomacia argelina não precisou onde estavam os familiares de Kadhafi, nem respondeu sobre o pedido de extradição proposto pelo CNT, o “órgão político” da rebelião líbia.
O paradeiro de Safia, a segunda mulher de Kadhafi, e dos três filhos do líder líbio, Aisha, Hannibal e Mohamed, foi revelado, na segunda-feira, pelas autoridades argelinas. “A mulher de Muammar Kadhafi, Safia, a filha Aisha e os filhos Hannibal e Mohamed, acompanhados pelos seus filhos, entraram na Argélia às 8h45 locais (mesma hora em Angola) pela fronteira líbio-argelina”, anunciou, na altura, em comunicado, o Governo argelino, sem dar qualquer indicação sobre o Presidente da Líbia.
Outras fontes governamentais da Argélia, também citadas pela France Press, referiram que a filha de Kadhafi, Aisha, que chegou grávida e a terminar o período de gestação, deu ontem à luz a uma menina.
O CNT anunciou que vai pedir ao Governo da Argélia que repatrie os membros da família de Kadhafi que entraram naquele país. “Vamos pedir à Algéria que os devolva à Líbia”, afirmou um elemento do CNT à agência francesa. O Presidente líbio Muammar Kadhafi está com os filhos Saadi e Saif al-Islam na cidade de Bani Walid, a cem quilómetros de Tripoli, noticiou a agência italiana Ansa, que cita fontes diplomáticas. A cidade de Bani Walid, no sudoeste do país, é considerada um reduto das forças fiéis ao presidente Muammar Kadhafi. As forças rebeldes assumiram o controlo de Tripoli há uma semana, mas continuam as operações para encontrar Muammar Kadhafi.
Os aviões da OTAN intensificaram os bombardeamentos contra as forças de Muammar Kadhafi em Sirte, cidade natal do Presidente líbio e principal reduto das forças governamentais, anunciou a Aliança Atlântica. Os aliados afirmaram que destruíram 22 veículos equipados com armas, quatro radares, três centros de controlo e comando, um sistema de mísseis antiaéreos e outro de mísseis terra-ar, todos na região de Sirte. A OTAN também destruiu dois veículos militares de abastecimento, um posto de comando e uma instalação militar nas imediações. Sirte é um alvo regular dos bombardeamentos da Aliança Atlântica desde que, em Março, os ocidentais se envolveram abertamente no conflito libanês.
A Organização do Tratado do Atlântica Norte intensificou a ofensiva nos últimos dias à medida que os rebeldes avançaram para a cidade, que fica 360 quilómetros a leste de Tripoli

Fonte: Jornal de Angola

POSTAR COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

- Publicidade -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Casa do estilista Paco Rabanne sofre assalto após sua morte

Ladrões invadiram a casa do estilista espanhol Paco Rabanne, que morreu na sexta-feira (3) aos 88 anos em sua...

Artigos Relacionados

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
  • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
  • Radio Calema
  • Radio Calema