Domingo, Janeiro 29, 2023
8.1 C
Lisboa

Muammar Kadhafi continua em Tripoli

O coronel Muammar Kadhafi afirmou que passeou de maneira incógnita por Tripoli e convocou os habitantes a “limpar” a capital da Líbia dos combatentes rebeldes, numa mensagem áudio divulgada ontem pelo canal sírio Arrai.
“Caminhei incógnito, sem que as pessoas me vissem, e observei jovens dispostos a defender a cidade”, argumentou Muammar Kadhafi, sem ter revelado no entanto quando fez o passeio.“Homenageio estes jovens”, completou.
Muammar Kadhafi convocou, na mesma mensagem, os habitantes de Tripoli, as tribos, os jovens e os idosos a sair às ruas e “limpar” a cidade dos “ratos”, numa referência clara aos rebeldes.
O dirigente líbio já havia afirmado noutra mensagem áudio, divulgada na última terça-feira pelo canal Al-Oruba e no “site” da Al-Libiya, a emissora de seu filho Seif al-Islam, que saiu do ar, que deixou o quartel-general na capital do país por razões tácticas.
As forças leais ao coronel dispararam vários mísseis Scud na terça-feira a partir da região de Sirte contra a cidade de Misrata, sob o controlo dos rebeldes, informou o conselho local da rebelião.
“Mísseis Scud foram disparados contra Misrata e fortes explosões abalaram a cidade”, revela um comunicado do Centro de Imprensa do Conselho Militar de Misrata, 250 km a noroeste de Sirte, cidade natal de Muammar Kadhafi.
Na segunda-feira, as forças pró-Kadhafi dispararam um Scud da região de Sirte em direcção a Misrata, mas o míssil caiu no deserto, sem deixar vítimas ou danos, segundo a OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte).

Os rebeldes, apoiados pela OTAN, tomaram na terça-feira o controlo do quartel-general de Muammar Kadhafi em Tripoli, um duro golpe para o regime, mas o líder líbio não foi localizado.
Os rebeldes apertavam ontem o cerco sobre Sirte, com elementos procedentes de Misrata avançando para sudeste ao longo da estrada costeira que leva à cidade natal de Muammar Kadhafi.
Segundo o Centro de Imprensa, os rebeldes “já chegaram à localidade de Al Washka, 137 km ao sul de Misrata”, e estão a menos de 100 km a oeste de Sirte.
Na frente oriental os rebeldes também avançam em direcção a Sirte e já assumiram o controlo do porto petroleiro de Ras Lanuf, ficando a menos de 130 km do bastião de Muammar Kadhafi.
Uma delegação do Conselho Nacional de Transição (CNT, órgão político da rebelião) seguiu nesta terça-feira para a região de Sirte, visando negociar uma rendição pacífica da cidade com os chefes tribais, revelou uma fonte dos rebeldes.
Os combates prosseguiam ontem no centro de Tripoli, no bairro de Bab al-Aziziya, onde a rebelião assumiu o controlo do quartel-general (vazio) do líder líbio.
Uma espessa nuvem de fumo era observada perto do complexo residencial e nos arredores eram ouvidos disparos de armas ligeiras, metralhadoras pesadas, lança-foguetes e morteiros.
Os combates também afectavam o bairro vizinho de Abu Slim. Várias ruas do centro de Tripoli estavam desertas.
Segundo as forças rebeldes, dezenas de franco atiradores leais ao coronel Kadhafi estavam espalhados por toda a cidade. O dia de ontem registou vários focos de fogo.

Fonte: Jornal de Angola

POSTAR COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

- Publicidade -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

A intolerância ficou escancarada com a internet livre

Pode parecer brincadeira, mas não é! Com a criação das redes sociais que foi inventada, criada ou idealizada para...

Artigos Relacionados

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
  • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
  • Radio Calema
  • Radio Calema