Terça-feira, Fevereiro 7, 2023
10.8 C
Lisboa

Importância da formação profissional é tema de jornadas técnico-científicas

O Centro Integrado de Formação Tecnológica (CINFOTEC), em Luanda, promove as primeiras Jornadas Tecnológicas de Formação Profissional no âmbito do seu terceiro aniversário, que se comemora a 2 de Setembro sob o lema “A evolução tecnológica e os desafios da formação profissional em Angola”.
O director geral do CINFOTEC, José Lourenço, afirmou ao Jornal de Angola que as jornadas técnico-científicas decorrem de 1 a 2 de Setembro e visam informar as empresas sobre a importância da formação profissional tecnológica.
José Lourenço informou que o encontro reúne especialistas em tecnologias de informação, metrologia, electricidade e mecatrónica e vai discutir os benefícios da implantação do Sistema de Gestão de Qualidade nas empresas e organizações.
“As jornadas enquadram-se num ciclo de conferências que pretendemos realizar todos os anos, com vista a despertar a atenção sobre a importância dos centros de formação no país”, referiu, acrescentando que vão ser abordados temas sobre o sector industrial e produtivo.
Nas jornadas, acentuou, também vão estar em debate questões como a importância da evolução tecnológica na formação profissional em Angola e na relação com as exigências do mercado de trabalho.
José Lourenço assegurou que as jornadas técnico-científicas garantem maior interacção com os parceiros institucionais, estudantes do ensino técnico e organizações, para o melhor desempenho dos seus quadros técnicos. No âmbito da sua política de expansão, informou que o centro perspectiva aumentar a sua actividade nas regiões, numa iniciativa conjunta com a direcção do Ministério da Administração Pública, Emprego e Segurança Social (MAPESS).
O director geral do CINFOTEC sublinhou que até ao momento foram realizados dois acordos entre as duas partes, estando em análise dez, para a criação de parcerias em função dos interesses de cada organização. No quadro de formação de técnicos, informou que no triénio de 2009 a 2011, o centro certificou 2.674 técnicos, estando 160 em formação, integrados a título particular e a nível de várias empresas.

José Lourenço faz um balanço positivo dos três anos de funcionamento do centro que garante a formação de técnicos nas várias especialidades. “Temos profissionais competentes e apostamos na formação dos quadros para aumentar o nível de qualidade dos serviços”, disse, realçando que um grupo de professores beneficiou de uma formação no Brasil, num centro similar ao de Angola
O centro pretende adquirir equipamentos para as áreas de tecnologias e informação, mecânica e laboratórios e a certificação dos quadros com um diploma internacional, factos que disse contribuírem para o prestígio da instituição.

Fonte: Jornal de Angola

POSTAR COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

- Publicidade -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Casa do estilista Paco Rabanne sofre assalto após sua morte

Ladrões invadiram a casa do estilista espanhol Paco Rabanne, que morreu na sexta-feira (3) aos 88 anos em sua...

Artigos Relacionados

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
  • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
  • Radio Calema
  • Radio Calema