Venezuela Governo venezuelano confirma reunião para reestruturação e refinanciamento da dívida pública

A reunião vai acontecer às 14h00 locais (18h00 de Lisboa) no Palácio Branco, em Caracas (Miguel Gutiérrez/EPA)

A Venezuela fez um convite a investidores para irem a uma reunião onde será discutido o refinanciamento e a renegociação da dívida pública e da petrolífera PDVSA. Dívida é superior a 100 mil milhões.

A Venezuela confirmou este sábado que decorrerá na segunda-feira uma reunião com os detentores de títulos da dívida do Estado e da empresa estatal Petróleos da Venezuela SA (PDVSA), com o propósito de reestruturar e refinanciar a mesma.

A reunião foi confirmada pelo ministro venezuelano de Economia e Finanças, Simón Zerpa, que também é vice-presidente de finanças da petrolífera venezuelana.

“Seguindo instruções do Presidente Nicolás Maduro, informa-se que a reunião da Comissão Presidencial para renegociar os termos da dívida externa da República e da PDVSA, com os portadores [dos títulos] da dívida, se realizará na segunda-feira, 13 de novembro, no Palácio Branco, frente ao palácio presidencial de Miraflores pelas 14h00 horas (18h00 horas em Lisboa)”, escreveu o ministro na sua conta do Twitter.

“Siguiendo instrucciones del Pte. @NicolasMaduro, se informa que la reunión de la C.P. para renegociar los términos de la deuda externa de la Rep y PDVSA con los tenedores de deuda, se celebrará el lunes 13/11 en el Palacio Blanco, frente al Palacio de Miraflores a las 02:00.”

Segundo Simón Zerpa o Governo venezuelano está a convidar, “uma vez mais, os investidores a registarem-se para participar nesta reunião, enviando uma mensagem eletrónica para [email protected]”.

Por outro lado, o portal online venezuelano La Patilla avança que o Governo venezuelano terá prometido aos portadores dos títulos que os funcionários que foram sancionados pelo Departamento do Tesouro dos EUA não vão estar presentes na reunião.

Segundo o parlamento venezuelano, o Estado deve mais de 120 mil milhões de dólares (103,44 mil milhões de euros) a financiadores internacionais, metade deles em títulos de dívida.

Em 3 de novembro último, a Venezuela convocou os portadores de títulos de dívida do Estado para uma reunião, que terá lugar em 13 de novembro, com o objetivo de renegociar o pagamento da dívida.

A convocatória foi feita pelo vice-presidente da Venezuela, Tarek El Aissami, que também é presidente da comissão especial para o refinanciamento da dívida externa venezuelana.

Em 2 de novembro, o Presidente Nicolás Maduro anunciou uma reestruturação e refinanciamento total da dívida externa do país e dos títulos da PDVSA. (Observador)

por Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA