Tomboco clama por mais escolas do I ciclo

Benguela: Alunos matriculados no ensino primário (Foto: Diniz Simão/ARQUIVO)

A construção de escolas do I ciclo do ensino secundário nas localidades do interior do município do Tomboco, província do Zaire, consta das prioridades municipal da educação.

Em declarações à Angop, o chefe da secção municipal, Pedro Seque, avança que uma infra-estrutura do genéro vai incurtar a distância percorrida pelas crianças em idade escolar até as sedes comunais para assistirem as aulas.

Os alunos das aldeias do Kiowa, Pele e Santa, que distam a oito e 12 quilómetros da sede municipal do Tomboco, respectivamente, são obrigados a fazerem este percurso de segunda a sexta-feira.

Segundo a fonte, situação identica vivem os alunos do I ciclo residentes nas localidades de Kembo, Kiaya e Bula Kukeba que fazem um longo percurso até a sede comunal de Kinsimba onde existe uma escola com este nível.
“O caso mais crítico é dos alunos do I ciclo da localidade de Mukula. Estes percorrem cerca de 60 quilómetros para a sede comunal de Kinzau onde existe escola deste nível”, lamentou.

Para atenuar o sofrimento dos alunos, o responsável sugere que sejam alocados meios de transporte escolar para facilitar a deslocação destes alunos às escolas, enquanto se aguarda pela extensão da rede de instituições do I ciclo ao interior do município do Tomboco.

O município do Tomboco, que conta com uma população calculada em 46 mil e 25 habitantes, dispõe de 28 instituições de ensino, das quais 24 do ensino primário, três do I ciclo do ensino secundário e uma do II ciclo.

A circunscrição conta com três comunas: Kinsimba, Kinzau e Sede. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA