Reino Unido apoia processo de diversificação da economia angolana

BARONESA LINDSAY NORTHOVER (ARQUIVO) (FOTO: ANTONIO ESCRIVAO)

O Reino Unido continua interessado em apoiar Angola no processo de diversificação da economia, com destaque para os sectores agrícola, energético, petrolífero e financeiro, reafirmou hoje, em Luanda, a enviada comercial da Primeira-ministra britânica, baronesa Lindsay Northover.

Em declarações à Angop, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, Lindsay Northover disse que a visita, de três dia a Angola, serve para reforçar junto às “novas autoridades angolanas” o apoio do Reino Unido ao processo de diversificação da economia, em curso no país.

“Durante a minha visita, trocarei pontos de vista com vários governantes e altos funcionários angolanos, para analisar as formas de tornar realidade as pretensões do Reino Unido e progredir para maiores níveis de engajamento comercial”, salientou.

A baronesa Lindsay Northover, nomeada em 2016 como enviada da primeira-ministra britanica para o comércio com Angola, vai ser recebida ainda hoje pelo ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, pelo secretário de Estado para o Comércio, Amadeu Leitão Júnior, e pelo governador de Luanda, Adriano Mendes de Carvalho.

A enviada de Theressa May tem, ainda, agendados encontros com os ministros de Estado para o Desenvolvimento Económico e Social, Manuel Nunes Júnior, da Agricultura e Florestas, Marcos Nhunga, dos Recursos Minerais e Petróleos, Diamantino de Azevedo, e Construção e Obras Públicas, Manuel de Almeida.

Antes de deixar Luanda a baronesa vai encontra-se, também, com os secretários de Estado para as Finanças e Tesouro, Vera Daves, para a Área Hospital, Valentim Matias, e para o Ensino Técnico-profissional, Jesus Baptista.

Revelou que esta é a terceira visita que efectua a Angola, em sete meses, demonstrando, assim, “o grau de importância e compromisso” que o Governo britânico confere as relações comerciais entre os dois países. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA