RDC: Sete pessoas morrem em confrontos, coronel renegado rende-se

(DR)

Congo vive momentos críticos desde o final do ano passado, quando o presidente Joseph Kabila recusou sair do poder findo o seu mandato.
Confrontos entre tropas congolesas e apoiantes de um coronel renegado na cidade oriental de Bukavu, na República Democrática do Congo, mataram sete pessoas, neste domingo, antes deste entregar-se às forças de paz das Nações Unidas, disse o exército.

O porta-voz do exército da República Democrática do Congo para a província do Sul do Kivu, Dieudonne Kasereka, disse que os confrontos começaram quando a polícia veio desarmar o coronel Abbas Kayonga, que foi demitido. na quinta-feira.

Kayonga, um ex-rebelde de um grupo desarmado e integrado ao exército congolês, entregou-se – na companhia de outros 17 seguidores – na base local da missão das Nações Unidas no Congo.

As autoridades dizem que encontraram cerca de uma dezena de armas pesadas na residência de Kanyonga.

Congo vive momentos críticos desde o final do ano passado, quando o presidente Joseph Kabila recusou sair do poder findo o seu mandato.

No mês passado, a embaixadora americana nas Nações Unidas, Nikki Haley, disse que o se o Congo não realizar as eleições em 2018 irá perder apoio internacional. (Voa)

DEIXE UMA RESPOSTA