Protestos contra proibição de aborto em caso de estupro e risco de morte tomam o Brasil

Atos contra a PEC 181, que retira o direito de aborto em caso de risco de morte para a mulher, estupro e feto anencéfalo, acontecem nesta segunda-feira em diversas capitais do país.

Assim, no Rio de Janeiro, milhares de pessoas ocuparam as ruas para protestar contra o projeto de lei, em tramitação no projeto. Em todos os protestos a presença maciça de mulheres marcou o ato. Alguns movimentos sociais e partidos políticos também participaram das manifestações, em apoio à pauta.

A movimentação também é intensa nas ruas de São Paulo, de Belo Horizonte e de Brasília. Apesar dos protestos serem pacíficos, em alguns momentos a polícia do Rio de Janeiro entrou em confronto com a população, ao realizar detenções de manifestantes que usavam máscaras.

​A PEC foi aprovada em comissão especial na última quarta-feira (9) e voltará a ser discutida na Câmara no dia 21 de novembro, quando os deputados devem concluir a análise de 11 sugestões de alteração ao texto principal aprovado na comissão. Só depois de concluída esta etapa é que a proposta poderá seguir para plenário. Lá, para ser aprovada, precisa de pelo menos 308 votos entre 513 deputados, em dois turnos de votação. (Sputnik)

DEIXE UMA RESPOSTA