Professores em greve na Madeira

(DR)

O Sindicato dos Professores da Madeira (SPM) explica que este é um protesto contra a indiferença dos dirigentes políticos face às injustiças de que os docentes estão a ser alvo.

Os professores e educadores estão esta quarta-feira em greve na Madeira. Estes profissionais vão protestar em locais como a Assembleia Legislativa da Madeira, a Secretaria Regional da Educação e a vice-presidência do Governo Regional.

Esta greve surge como protesto, diz o Sindicato dos Professores da Madeira (SPM), contra a indiferença “dos nossos dirigentes políticos” face “às injustiças de que os docentes estão a ser alvo” em assuntos como “a discriminação no que à contagem integral do tempo de serviço diz respeito”.

Os professores já tinham estado em greve no final de outubro. O SPM registou, nessa altura, nove escolas com adesão total, 14 estabelecimentos com níveis de adesão superior a 80%, e 22 escolas com níveis entre os 50% e os 80%.

Quanto à Secretaria Regional da Educação confirmou, nessa greve de final de outubro, cinco encerramentos de escolas e de 65 escolas em funcionamento mas sem actividades lectivas no turno da tarde. (Jornal Económico)

DEIXE UMA RESPOSTA