Pelo menos 152 milhões de crianças trabalham no mundo – Guy Ryder

Em Angola Igreja Católica e ONGs cobram ação do Governo no combate à fome (DW)

Pelo menos 152 milhões de crianças são vítimas do trabalho infantil no mundo, e 73 milhões realizam serviços de risco, revelou nesta terça-feira, em Buenos Aires, o diretor-geral da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Guy Ryder.

“Ainda há 152 milhões de meninos e meninas vítimas do trabalho infantil, quase um a cada dez no mundo. Deste total, quase a metade realiza trabalhos perigosos”, disse Ryder ao inaugurar a IV Conferência Mundial sobre a Erradicação do Trabalho Infantil, em Buenos Aires.

Segundo o organismo internacional, ao menos 25 milhões de pessoas são vítimas de trabalho forçado no mundo.

As metas estabelecidas pelas Nações Unidas apontam para acabar com o trabalho infantil até 2015, e com o trabalho forçado até 2030.

“As metas não podem ser mais claras, como também a incômoda realidade de que se não fizermos mais e melhor não vamos conseguir”, disse Ryder.

De acordo com estudos da OIT, o trabalho infantil se concentra 71% na agricultura, 17% no sector de serviços e 12% no sector industrial, especialmente na mineração. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA