Norte-americana detida no Zimbabwe por insultar o presidente do país

Robert Mugabe (forbes.com)

Uma cidadã norte-americana foi detida pela polícia zimbabweana por alegadamente ter acusado no Twitter o Presidente do Zimbabwe, Robert Mugabe, indicaram hoje fontes judiciais e da Embaixada dos Estados Unidos em Harare.

Segundo o porta-voz da missão diplomática norte-americana na capital zimbabweana, a detenção de Martha O’Donovan ocorreu na sexta-feira.

Por seu lado, Obey Shava, advogado de O’Donovan, indicou que a polícia ainda não formalizou a acusação, mas argumenta que as mensagens no Twitter foram “insultuosos para o Presidente”.

O advogado acrescentou que O’Donovan trabalhou com um órgão de comunicação social local, Magamba TV, cujo programa em que participou tem uma audiência predominantemente jovem.

Em outubro, Mugabe nomeou um ministro para o novo Ministério para a Cibersegurança, medida criticada pelos ativistas, que consideram a decisão como mais um meio para calar os comentários da população nos “media” locais.

A organização Advogados Zimbabueanos para os Direitos Humanos já denunciou que representa atualmente mais de 200 pessoas que estão nas mesmas circunstâncias da cidadã norte-americana.

As palavras ou frases alegadamente utilizadas por O’Donovan para insultar Mugabe, 93 anos e no poder desde 1980, não foram reveladas. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA