Ministério do Interior ouve a sociedade civil

Angelo da Veiga Tavares - Ministro do Interior (DR)

O Ministério do Interior promove amanhã, em parceria com o Governo da Província de Luanda, um encontro de auscultação e concertação com a sociedade civil sobre a segurança pública na capital do país.

Um comunicado do Ministério do Interior indica que o encontro, enquadrado na estratégia do modelo de policiamento de proximidade, visa, entre outros aspectos, ouvir da sociedade os grandes problemas que a aflige em matéria de segurança pública e, juntos, unir sinergias para prevenir e combater situações delituosas.

O encontro, a decorrer no cine Atlântico, sob o lema “Comunidade participativa, segurança garantida”, é presidido pelo ministro do Interior, Ângelo Veiga Tavares, na presença do governador da província de Luanda, André Mendes de Carvalho.

De acordo com a Lei n.º 7/16, de 01 de Junho, sobre a Organização e Funcionamento das Comissões de Moradores, compete a esses organismos cooperar com os órgãos da Administração Local do Estado, nomeadamente na denúncia de imigrantes ilegais, de igrejas e seitas ilegais, segurança e ordem pública, trânsito rodoviário local, poluição sonora, bem como na identificação e controlo do grau de criminalidade e de outras formas de violação da lei e da ordem pública.

É nesta base que, no encontro de amanhã, se pretende dar ênfase ao compromisso que a sociedade deve adoptar pela segurança pública. Revelam-se primordiais os programas de policiamento comunitário, que estreitam as relações entre a polícia e a comunidade e incentivam uma política de segurança preventiva.

“O Ministério do Interior, ciente de que não existem fórmulas milagrosas para combater os problemas sociais, pretende (com o encontro) a busca de contribuições para uma melhoria na segurança dos cidadãos, na tentativa de resgatar valores de convivência pacífica e harmoniosa entre as pessoas”, lê-se no comunicado do Ministério do Interior. (Jornal de Angola)

DEIXE UMA RESPOSTA