May critica colonização de territórios palestinianos por Israel

(DR)

A primeira-ministra britânica, Theresa May, atacou, na quinta-feira, o estabelecimento de colónias de Israel em territórios palestinianos, durante a receção ao seu homólogo israelita, Benjamin Netanyahu, por ocasião do centenário da Declaração Balfour.

Durante um jantar em honra do documento, através do qual Londres dava o seu apoio ao “estabelecimento na Palestina de uma pátria nacional para o povo judeu”, May declarou-se partidária de uma solução de dois Estados.

“É preciso que cada parte faça compromissos para que exista uma hipótese realista de atingir este objetivo, o que compreender o fim da construção de novas colónias e o fim das provocações palestinianas”, disse.

Publicada em 02 de novembro de 2017, a Declaração Balfour é um documento assinado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros britânico da época, Arthur Balfour, no qual afirma que “o governo britânico considera favoravelmente o estabelecimento na Palestina de uma pátria nacional para o povo judeu”.

Em Israel, este texto é considerado como a prefiguração da criação do Estado hebreu em 1948. Para os palestinianos, pelo contrário, marca o início de uma “catástrofe”. (Jornal de Notícias)

DEIXE UMA RESPOSTA