Imprensa deve dar mais voz ao cidadão – PR

Presidente da República, João Lourenço, confere posse aos membros dos conselhos da Comunicação Social (FOTO: PEDRO PARENTE)

Os órgãos de comunicação social nacionais devem trabalhar no sentido de melhor adequar a sua linha editorial ao actual contexto do país, dando mais voz e espaço aos cidadãos dos vários estratos sociais e da sociedade civil.

A recomendação foi feita nesta terça-feira, pelo Presidente da República, João Lourenço, que espera ver uma imprensa que sirva, por via dessa linha editorial, o interesse público.

O Chefe de Estado, que falava no acto de posse dos novos responsáveis dos órgãos de comunicação social públicos, orientou que os Conselhos de Administração ora empossados encontrem um ponto de equilíbrio, no sentido de satisfazerem o interesse público.

A seu ver, só com liberdade de expressão e de imprensa o país poderá caminhar para a verdadeira democracia, na medida em que são direitos consagrados na Constituição da República de Angola, e devem ser respeitados por todos.

Ciente do facto de ser tarefa difícil encontrar um ponto de equilíbrio, João Lourenço diz acreditar nas capacidades dos profissionais e de interpretação dos gestores, face ao actual momento político do país.

A esse respeito, recomendou que a editoria do Canal Internacional da Televisão Pública de Angola (TPA) vire a sua emissão para o mundo, ao contrário da actual política que está mais voltada para os cidadãos no exterior.

Durante o acto, o Presidente da República conferiu posse aos membros dos conselhos de administração da Televisão Pública de Angola, Rádio Nacional de Angola, Edições Novembro e da Agência Angola Press (Angop).

Esses conselhos foram nomeados, pelo Presidente da República, em Decreto datado de 9 Novembro de 2017, para um mandato de cinco anos renováveis.

Assistiram a cerimónia, vice-presidente da República, Bornito de Sousa, ministros, secretários de Estado, bem como altos funcionários da presidência da República.

Eis a lista dos empossados:

Conselho de Administração da Empresa Televisão Pública de Angola (TPA-E.P.)

José Fernando Gonçalves Guerreiro – Presidente do Conselho de Administração;

Francisco José Mendes – Administrador Executivo para a Área de Conteúdos;

Bidima Manteya Jorge – Administrador Executivo para Administração e Finanças;

Manuel Florindo Rosa dos Ramos – Administrador Executivo para a Área Técnica;

Ana Maria de Lemos Rodrigues de Gouveia – Administradora Executiva para a Área de Marketing e Intercâmbio;

Leonel da Conceição Abel Martins – Administrador Não Executivo;

António Baptista – Administrador Não Executivo.

Conselho de Administração da Radiofusão Nacional de Angola (RNA E.P.)

Marcos António Quintino Lopes – Presidente do Conselho de Administração;

Paula Marina Valério Alho Simons – Administradora Executiva para a Área de Conteúdos;

Fidel José Adão da Silva – Administrador Executivo para Administração e Finanças;

Cândido Gomes da Rocha Pinto – Administrador Executivo para a Área Técnica;

Círia Angelina de Castro Monteiro Cassoma – Administradora Executiva para a Área de Marketing e Intercâmbio;

José Fernandes Coelho da Cruz Neto – Administrador Não Executivo;

Aguinaldo José Lino Cahilo – Administrador Não Executivo.

Conselho de Administração da empresa Edições Novembro E.P.

Victor Emanuel Nelson da Silva-Presidente do Conselho de Administração;

Caetano Pedro da Conceição Júnior-Administrador Executivo para a Área de Conteúdos;

José Alberto Domingos-Administrador Executivo para Administração e Finanças;

Carlos Alberto da Costa Faro Molares D’Abril-Administrador Executivo para a Área Técnica;

Mateus Francisco João dos Santos Júnior-Administrador Executivo para a Área de Marketing, Publicidade e Vendas;

Olímpio de Sousa e Silva-Administrador não Executivo;

Catarina Viera Dias da Cunha-Administradora não Executiva.

Conselho de Administração da Agência Angola Press, ANGOP E.P.

Josué Salusuva Isaías – Presidente do Conselho de Administração;

José Chimuco – Administrador Executivo para a Área de Conteúdos;

Engrácia Manuela Francisco Bernardo – Administradora Executiva para a Área de Administração e Finanças;

Manuel Luzito André – Administrador Executivo para a Área Técnica;

Lourenço João Miguel Mutepa – Administrador Executivo, para a Área de Marketing e Intercâmbio;

Anastácio Pinto Emídio de Brito – Administrador não Executivo;

Júlia Maria Dias Rodrigues Mingas – Administradora não Executiva. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA