Huíla: Obtenção de parcerias nos ganhos da feira do empreendedor

HUÍLA: EXPOSITORES (FOTO: MORAIS SILVA /ARQUIVO)

A parceria de estudantes participantes na I edição da feira do empreendedor da Associação de Estudantes do Instituto Superior Politécnico Independente (AE-ISPI) com a instituição a académica, o Banco de Poupança e Crédito (BPC) e outras empresas destacam-se entre os resultados saídos do evento.

Em declarações à Angop, quinta-feira, no Lubango, o presidente da associação, Gedeão Manuel, que falava no encerramento da actividade, afirmou que o ISPI vai abraçar o projecto de um estudante que apresentou um jornal universitário, visando o reconhecimento das qualidades do mesmo, o periódico vai abranger não apenas o ISPI, mas outras instituições de ensino a nível do país e posteriormente no exterior do país.

Declarou que destaca-se um o patrocínio angariado do BPC na Huíla para um expositor na área de computação gráfica, mesmo sem avançar detalhes, referiu ser um ganho não só para o estudante, mas para o instituto igualmente.

“Obtivemos ainda uma estreita colaboração com a Mediateca local e a Direcção Juventude e Desportos na Huíla, a basear-se em palestras gratuitas, no sentido de treinar esses empreendedores e aqueles que pretendem seguir esse caminho”, acrescentou.

Gedeão Manuel referiu que por ser a primeira edição da mesma, a AE-ISPI não se preocupou em angariar fundos, mas em estimular os discentes, pois foi uma actividade gratuita, onde os estudantes fizeram as inscrições e com base em produtos individualizados, venderam os seus materiais.

Salientou ser necessário que os estudantes não esperem somente os concursos públicos, mas que saibam caminhar com seus próprios pés, visto que é com papel individual que se pode contribuir para a sociedade mais desenvolvida.

“Pretendemos ter mais adesão de expositores e organizar anualmente a feira. Que os estudantes agarrem com mais responsabilidade para termos o êxito que almejamos nas próximas edições”, frisou.

A feira com a sigla “FUE” (Feira Universitária do Empreendedor) teve a duração de três dias, cujo objectivo foi de estimular os estudantes empreendedores na apresentação das suas qualidades no mercado de trabalho, teve a participação de 15 expositores, pertencentes ao ISPI, Instituto Superior Politécnico Tundavala (ISPT) e o Instituto Superior Politécnico da Huíla (ISPH).

A mesma expôs trabalhos materiais e imateriais como projectos informáticos, designers, jornal universitário, vendas de roupas, acessórios de telefones, livros entre outros. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA