Homem que matou jovem com 11 tiros vai para prisão de segurança máxima

(DR)

Misael Pereira de Olair foi transferido para o Núcleo de Custódia de Aparecida de Goiânia

O jovem que confessou ter matado a estudante Raphaella Noviski, de 16 anos, com 11 tiros no rosto foi transferido de uma prisão em Alexânia (GO), onde aconteceu o crime, para o Núcleo de Custódia em Aparecida de Goiânia, um presídio de segurança máxima. A mudança visa à “preservação da integridade do acusado”, de acordo com o site Metrópoles.

Na terça (14), o dentento passaria por exames psicológicos e psiquiátricos no Instituto de Criminalística de Goiânia. Porém, segundo a delegada responsável pelo caso, Rafaela Azzi, o preso não foi levado ao local. “Ou houve falha de comunicação entre os presídios de Alexânia e de Aparecida ou o Misael se recusou. Ele não é obrigado a produzir prova contra si”, explica.

Misael deixou o presídio de Alexânia no último sábado (11), um dia após a juíza de direito Letícia Silva Carneiro de Oliveira Ribeiro, de Valparaíso, barrar a ida dele para a cidade sob sua jurisdição. O assassino está em cela individual, separado dos demais detentos. Desde o último dia 6, quando foi preso, nenhum familiar ou amigo o visitou.

O detento ainda não tem advogado. Caso a família dele não indique um criminalista até a quinta-feira (16), a Justiça determinará um defensor público para o acusado. (Notícias ao Minuto BR)

DEIXE UMA RESPOSTA