Fórum Nacional de Educação quer promover a consciencialização sobre o Plano Estratégico da Educação – Coordenador

(DR)

O Fórum Nacional de Educação (FNE), a ter lugar na Cidade da Praia, nos dias 08, 09 e 10 de Novembro, propõe comunicar e promover a consciencialização em relação ao Plano Estratégico da Educação 2017-2021.

A afirmação foi feita em declarações à Inforpress pelo coordenador da equipa organizadora do evento promovido pelo Ministério da Educação, Gerson Semedo, justificando que o mesmo foi pensado durante o processo da elaboração do Plano Estratégico de Educação, como forma de comunicar com a comunidade educativa e não só, sobre as políticas do Governo para o sector.

Um outro aspecto dessa consciencialização sobre o referido plano, é divulgar os métodos da sua implementação, sendo que o diálogo que vai acontecer durante o fórum vai permitir pensar nas áreas prioritárias desse plano, nomeadamente o “acesso universal à educação”, a “excelência do sistema educativo” e a “qualidade do ensino superior e a valorização do ensino técnico/profissional”.

Segundo Gerson Semedo, essas são também áreas temáticas do encontro que tem como lema “Por uma visão contemporânea de educação”, com o propósito de entender como é possível promover o acesso universal à educação do pré-escolar ao ensino básico, saber como gerir o sistema educativo e melhorar os resultados das aprendizagens, assim como conhecer as opções alternativas para o financiamento do ensino superior.

“Temos que contextualizar e articular sobre o nosso sistema e processo educativo para conhecermos as prioridades do país, fazendo uma comparação com o mundo global”, explicou, sublinhando que o fórum vai servir para criar um ambiente de reflexão, parceria e compromisso conjunto entre os diferentes intervenientes e parceiros da educação.

O certame, conforme o responsável, vai ainda permitir divulgar as políticas e estratégicas principais do Plano Estratégico da Educação, visando um melhor entendimento e responsabilidade conjunta para a implementação de políticas educativas delineadas pelo Ministério da Educação no âmbito da nova reforma educativa.

O coordenador garantiu que depois do fórum serão partilhadas e consensualizadas com a comunidade educativa e parceiros as orientações prioritárias do Plano Estratégico da Educação e apresentadas as recomendações e práticas inovadoras a serem implementadas, sendo certo que o ministério criou uma equipa de seguimento para o plano.

“A ideia é que em dois anos seja realizado um outro fórum para continuar o diálogo e avaliar as recomendações e conclusões saídas deste primeiro, por isso, a questão do seguimento é essencial neste processo”, realçou, indicando que o fórum tem tido sessões virtuais há já alguns meses, com debate e recolha de subsídios via “facebook”, que vai culminar com as sessões plenárias de três dias.

A realização do FNE tem a parceria do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e do Banco Mundial.

Visa, sobretudo, mobilizar conhecimentos e contribuições de todo o sector educativo, melhorar a articulação entre áreas e acções prioritárias e recolher elementos que irão enriquecer o sistema educativo.

Quase três dezenas de participantes são esperados no evento, que terá lugar nas instalações da Universidade Jean Piaget de Cabo Verde (Uni-Piaget), entre dirigentes do Ministério da Educação, parceiros internacionais, sociedade civil, autarquias, associações e universidades. (Inforpress)

DEIXE UMA RESPOSTA