Enviada do governo britânico enaltece combate aos efeitos das alterações climáticas

Baronesa Lindsay Northover (Youtube)

A enviada do governo do Reino Unido para o comércio em Angola, baronesa Lindsay Northover, enalteceu hoje (sexta-feira), em Luanda, os planos e programas de adaptação e mitigação dos efeitos das alterações climáticas.

Lindsay Northover, que foi recebida pela ministra do Ambiente, Paula Coelho, no quadro da sua visita de trabalho à Angola, recebeu informações sobre as estratégicas que estão em execução e da preservação das áreas de conservação que o país dispõe, num total de 12,7 porcento do território nacional.

A enviada da primeira ministra britânica deu também nota positiva ao governo angolano pelo seu contínuo engajamento no combate aos efeitos das alterações climáticas, que actualmente é mais ressentida na região Sul do país, sobretudo Cunene.

No quadro desta situação, Lindsay Northover disponibilizou ajuda do seu governo para Angola, visto que há muito que o seu país trabalha em questões voltadas às alterações climáticas.

“O Reino Unido já trabalha há algum tempo nestas questões de mudanças climáticas e estará disposto a trabalhar também com Governo de Angola”, afirmou Linday Northover.

Olhando também para o sector das energias renováveis, outro assunto abordado neste encontro com a ministra do Ambiente, Lindsay Northover disse tratar-se de um passo positivo que Angola está a dar, destacando a construção de barragens hidroelétricas, de mini-hídricas e instalação de placas solares, elementos que exercem um papel importante na melhoria do ambiente.

A ministra do Ambiente, Paula Coelho, aproveitou a oportunidade para abordar sobre a necessidade do reforço da formação de fiscais para as zonas de conservação nacional, no quadro do combate à caça furtiva e outros males que afectam tais localidades.

No quadro da sua estadia em Angola, Lindsay Northover já manteve encontros separados com alguns membros do Executivo angolano, entre os quais o ministro das Finanças, das Relações Exteriores, entre outros. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA