Concluída desminagem da linha de transporte de energia Mbanza Kongo/Cuimba

Torres de Transmissão de Energia - (PORTAL METÁLICA - [email protected])

Uma extensão de quatro milhões, 252 mil e 940 metros quadrados para a instalação de uma linha de transporte de energia eléctrica entre os municípios de Mbanza Kongo e Cuimba, província do Zaire, foi desminada nos últimos dois meses pelo Instituto Nacional de Desminagem (INAD).

Em declarações hoje (quarta-feira) à Angop, o chefe do departamento provincial do INAD, Necreto Francisco, explicou que a área intervencionada corresponde a 70 quilómetros e 882 metros lineares e a instituição espera entregar à Comissão Executiva de Desminagem o certificado do controlo de qualidade, na próxima quinta-feira.

Explicou que, durante a empreitada, foram removidos 40 engenhos explosivos não detonados, entre os quais 21 projécteis de 60 milímetros, quatro morteiros 82 mm, um morteiro 81 mm e uma mina anti-pessoal.

Foram ainda desactivados três roquetes de RPG7, igual número de granadas do tipo castor M40, quatro armas obsoletas e duas mil e 313 munições de diversos calibres, cujos trabalhos foram assegurados por 22 técnicos do INAD.

Avançou que concluída a desminagem da linha de transporte de energia Mbanza Kongo/Cuimba, o INAD vai, nos próximos dias, auxiliar a brigada de desminagem das Forças Armadas Angolanas (FAA) que está a intervir no troço Mbanza Kongo/Nóqui, numa extensão de 175 quilómetros.

A construção da linha de transporte de energia eléctrica Mbanza Kongo/Cuimba insere-se no programa de electrificação em curso da província do Zaire, através do sistema nacional de energia.

Três municípios da província do Zaire, nomeadamente Mbanza Kongo, Soyo e Nzeto já beneficiam de energia eléctrida da rede nacional, faltando os municípios do Cuimba, Tomboco e Nóqui. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA