Ler Agora:
Centro Histórico de Mbanza Kongo distinguido com diploma de mérito no Brasil
Artigo completo 3 minutos de leitura

Centro Histórico de Mbanza Kongo distinguido com diploma de mérito no Brasil

O Centro Histórico de Mbanza Kongo, capital do antigo reino do Kongo, foi distinguido com o Diploma de Mérito pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Brasil).

A distinção ocorreu numa sessão especial comemorativa aos 42 anos da independência de Angola e premeia a antiga capital do Reino do Kongo pelo seu reconhecimento como património mundial.

O deputado Geraldo Pudim, autor da iniciativa, destacou, na oportunidade, a importância histórica de Mbanza Kongo como referência da civilização africana pré-colonial, tendo, por outro lado, falado do actual momento político angolano na expectativa do reforço das relações entre o Brasil e Angola.

O Centro Histórico da Cidade de Mbanza Kongo ganhou o estatuto de Património Mundial a 8 de Julho, no âmbito da 41ª sessão do Comité do Património Mundial, que decorreu na cidade de Cracóvia, na Polónia.

Ao longo da época colonial, a cidade conheceu várias designações, tendo se destacado a denominação de São Salvador do Kongo, nome que os portugueses haviam atribuído segundo o seu desejo, já como potência colonizadora.

De acordo ainda com a sua génese histórica e cultural, a designação de relevo de Mbanza Kongo, na altura, foi a de Kongo dya Ntotela, símbolo de unidade e indivisibilidade dos bakongos, como o próprio nome indica.

Desde a fundação do Reino do Kongo, a cidade de Mbanza Kongo foi a sua capital, o centro político, económico, social e cultural, sede do rei e a sua corte, e como tal o centro das decisões.

Mbanza Kongo foi, no século XVII, a maior vila da costa ocidental da África Central, com uma densidade populacional de 40 mil habitantes (nativas) e quatro mil europeus.

Com o seu declínio, a cidade que se encontrava no centro do reino em plena “idade de ouro”, transformou-se numa vila mística e espiritual do grupo etnolinguístico kikongo e albergou as Repúblicas de Angola, Democrática do Congo, Congo Brazzaville e Gabão.

Com uma superfície de 7 mil e 651 quilómetros quadrados, Mbanza Kongo é limitado a norte com o município do Kuimba e pela RDC, a sul e a este, com a província do Uíge, e a oeste, com os municípios do Tomboco e Nóqui.

Localizada a 472 quilómetros, a norte, da capital angolana (Luanda), a cidade de Mbanza Kongo conta com uma população estimada em 155 mil e 174 habitantes (dados do último censo) e possui cinco bairros: Sagrada Esperança, 4 de Fevereiro, 11 de Novembro, Álvaro Buta e Martins Kidito.

O kikongo é a língua predominantemente falada pelos seus habitantes. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »