Bebé morre afogada na Huíla por negligência dos pais

Huíla: Inocêncio Hungulo - Porta voz dos bombeiros (Foto: Morais Silva)

Uma menor de um ano de idade morreu afogada, num lago, esta semana, na comuna da Arimba, município do Lubango, por descuido dos país, informou hoje, quarta-feira, no Lubango o porta-voz dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros, na Huíla, terceiro sub-chefe Inocêncio Hungulo.

Em declarações à Angop, o responsável que falava das ocorrências a nível da corporação, afirmou que o incidente ocorreu por volta das 12 horas e 50 minutos na localidade da Mateta, comuna da Arimba, em que a menor encontrava-se a brincar próximo a um lago perto a residência dos pais e por descuido dos mesmos, a bebé acabou por se afogar.

Inocêncio Hungulo declarou que dentro dos resgates, os bombeiros registaram outro no município do Lubango, bairro Bula Matady, de um indivíduo de 20 anos que morreu igualmente afogado ao cair numa cacimba, quando tentava acarretar água. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA