As ligações de Wilbur Ross à Rússia

(Euronews)

As novas revelações do Consórcio Internacional de Jornalismo de Investigação trazem a lume as ligações entre o secretário do Comércio dos EUA e a Rússia.

As novas revelações do Consórcio Internacional de Jornalismo de Investigação, em parceria com o jornal alemão, Süddeutsche Zeitung e outros 94 órgãos de comunicação, os chamados “Paradise Papers”, trazem a lume também as ligações entre o secretário do Comércio dos EUA e a Rússia. Wilbur Ross, diz a investigação, está por detrás de uma teia de empresas offshore e detém uma participação numa companhia de transportes marítimos, a Navigator Holdings, que tem como principal cliente o produtor de gás e petroquímicos russo, Sibur, de quem terá recebido 68 milhões de dólares, desde 2014. Um dos genros do presidente russo, Kirill Shamalov, detinha 20% desta empresa, agora a sua participação é menor. A Sibur contribuiu com oito por cento da receita da Navigator Holdings, no ano passado, isto de acordo com relatórios dos reguladores de valores mobiliários.

O partido Democrata dos EUA já pediu um inquérito às ligações empresariais do multimilionário norte-americano, de 79 anos, à Rússia. (Euronews)

DEIXE UMA RESPOSTA