Huíla: ISCED promove Congresso Internacional de Ensino das Ciências

Huila: Isced do Lubango (Foto: Morais Silva)

O Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED) acolhe, nos dias 26 e 27 deste mês, no Lubango, o I Congresso Internacional de Ensino das Ciências, que contará com o concurso de académicos portugueses, angolanos e sul-africanos.

Em declarações à imprensa, o director-geral da instituição, José Luís Alexandre, explicou que, o evento tem, entre outros objectivos, reflectir sobre a oferta formativa com base nos desafios que se colocam no ensino das Ciências no seculo XXI e estimular o desenvolvimento interdisciplinar para a investigação, interpretação socioprofissional no ensino das ciências virado para o futuro, sobre pressuposto do desenvolvimento social e de sustentabilidade.

acrescentou que o mesmo visa também procurar convocar e pôr em debate abordagens teóricas sobre as relações e diálogo que se estabelecem quotidianamente, entre os diversos agentes individuais e colectivos que se movimentam e interagem no campo vasto e heterogéneo da educação.

O gestor afirmou que há um “grande” interesse de conferencistas portugueses da universidade de Aveiro e do Instituto Camões, da África do Sul, da universidade Oriente de Cuba e de nacionais do ISCED da Huíla, Benguela e Huambo, da universidade Luege, para um evento que deve juntar 600 pessoas.

Reflectir sobre a oferta formativa com base nos desafios que se colocam no ensino das Ciências no século XXI e estimular o desenvolvimento interdisciplinar para a investigação, interpretação socioprofissional no ensino das ciências virado para o futuro, sobre pressuposto do desenvolvimento social e de sustentabilidade são outros objectivos do evento.

O académico referiu que o Congresso será antecedido por seis cursos pré-congressos sobre ”Como elaborar e publicar um artigo cientifico”, ”Utilização das tics para o ensino e a investigação na Química”, ”O ensino das Ciências numa perspectiva de educação para um desenvolvimento sustentável”, “Formas organizativas docentes no ensino superior”, ”avaliação de impacto ambiental e analises de conteúdos”, a decorrer de 23 a 25 do corrente.

A instituição espera obter, com este certame, contribuições para a melhoria do ensino das ciências no ISCED Huíla, partilha de experiência de investigação cientifica nos domínios do ensino das ciências, abertura da instituição a novas experiências em ofertas formativas afim, melhoria, diversificação e adequação da oferta formativa ao desenvolvimento político, social e económico do país, da Região e do mudo.

O Instituto Superior de Ciências da Educação na província tem matriculados, no presente ano lectivo, seis mil e 630 estudantes, em 14 cursos ministrados pela instituição, nomeadamente Língua Portuguesa, Francesa, Inglesa, História, Filosofia, Biologia, Matemática, Química, Física, Geografia, Informática Educativa, Psicologia, Educação Física e Pedagogia.

A decorrer sob o lema, “O ensino das ciências para um desenvolvimento sustentável – Desafios e perspectivas”, o evento pretende ser um espaço reflexão alargado, actual e sistematizado sobre as formas, contextos e processos educativos que se vem desenvolvendo. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA