Futebol: Presidente da FAF reconhece contribuições dos agentes

Artur Almeida e Silva, Presidente da FAF (Foto: Rosário dos Santos)

O presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), Artur Almeida e Silva, reconheceu hoje, em Luanda, a contribuição dos distintos agentes desportivos e parceiros, para o desenvolvimento da modalidade no país.

Ao falar na apresentação e lançamento oficial do prémio “Palancas Negras2017” em futebol, no auditório da Galeria dos Desportos, no Complexo da Cidadela, o dirigente referiu que o empenho e dedicação de várias entidades permitem realizar um trabalho em prol do avanço da especialidade.

“Valorizar os fazedores do futebol é uma tarefa necessária, para que possam sentir-se encorajados. Nunca houve uma gala do género para reconhecer os feitos daqueles que se dedicam ao desenvolvimento da modalidade. Por isso, a participação de entidades, como o Grupo Mener, vem juntar sinergias aos esforços e trabalho da FAF”, disse.

Acrescentou que a gala de premiação, a par de distinguir os fazedores do futebol, tem ainda a possibilidade de divulgar a imagem do país e reunir importantes figuras do futebol nacional e internacional (FIFA e CAF).

A cerimónia foi presenciada pela ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula Sacramento Neto, que elogiou a iniciativa da FAF e o apoio da sua instituição.

Sobre o prémio, cujo evento da primeira edição acontece no dia 16 de Dezembro, no Centro de Convenções de Belas, na capital do país, visa distinguir agentes e instituições que se destacam ao longo das épocas desportivas no país.

No final da presente temporada desportiva serão atribuídos durante uma gala prémios em 23 categorias, com destaque para o galardão carreira e uma menção honrosa para um projecto de carácter social na área desportiva.

Os prémios de futebol”Palancas Negras”, uma iniciativa da FAF, têm como objectivo a promoção dos diversos agentes e a valorização do futebol nacional. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA