Cunene: Realizados mais de quatro mil partos de Janeiro a Setembro

Recém-nascido (Ilustração) (Foto: Angop)

Quanto mil e 931 partos, dos quais 413 por cesariana, foram realizados nas unidades sanitárias dos seis municípios da província do Cunene, no período de Janeiro a Setembro deste ano, mais mil e 238 partos, comparando com igual período de 2016.

A informação foi avançada hoje, quinta-feira, à Angop, pelo responsável do gabinete de Estatística da Direcção Provincial da Saúde na região, Isaac Jongolo Tomás, referindo que desses partos quatro mil e 706 foram nados vivos e 137 mortos.

O responsável fez saber que os óbitos registados tiveram como causas os partos domiciliares, deslocamento de placentas, partos prolongados, hidrocefalias, paludismo e partos prematuros provocados pela malária, entre outros.

Acrescentou que o facto de as mulheres grávidas não fazerem consultas de pré-natal pode levar à partos prematuros, abortos, cesarianas, hemorragias, entre outras complicações.

Isaac Tomás apelou as gestantes no sentido de cumprirem com o calendário de consultas pré-natais, tendo em conta a importância da mesma na vida da mãe e do bebé. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA