Cuando Cubango: SME aconselha estrangeiros a usar bancos para transacções

Insígnia de SME (Angop/Arq.)

O Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) no Cuando Cubango reuniu-se com os estrangeiros de diversas nacionalidades, de 19 a 20 de Outubro, para exortar-lhes a efectuar suas transacções financeiras por via dos bancos a fim de se evitar riscos.

Em jeito de balanço nessa sexta-feira, o porta-voz do SME, Teodoro Camilo, disse que aconselharam os cidadãos estrangeiros a evitarem o porte de somas avultadas de dinheiro da província do Cuando Cubango para outros pontos do país.

Segundo o responsável, com esse comportamento fica em causa a segurança pessoal do estrangeiro, tendo em conta que o transporte de elevadas somas em dinheiro atrai delinquentes.

Para além dos conselhos ligados ao domínio financeiror, os estrangeiros foram informados sobre as leis angolanas que regulam a situação migratória de um estrangeiro.

O portad-voz disse que o encontro com os estrangeiros foi bom por permitir esclarecer como os estrangerios devem se comportar em função dos vistos que possuem, nomedamente de trabalho, de autorização de residência e de turista.

Deu a conhecer que a nível do Cuando Cubango são controlados 994 cidadãos estrangeiros portadores de vistos de trabalho, distribuídos nos diversos sectores, e 27 outros portadores de autorização de residência.

Na província do Cuando Cubango residem, entre outros estrangeiros, cubanos, portugueses, congoleses e brasileiros. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA